SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34 número2Metabolismo calórico, leptina e parâmetros bioquímicos se alteram em ratos submetidos à administração crônica de olanzapinaEstigma e frequências mais altas de re-hospitalização psiquiátrica: o sistema público de saúde mental de São Paulo índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Psiquiatria

versão impressa ISSN 1516-4446

Resumo

MAUA, Fernando Henrique Nadalini  e  BALTIERI, Danilo Antonio. Fatores relacionados à carreira criminal em mulheres condenadas por roubo no estado de São Paulo, Brasil, e uma situação presumível de "porta giratória". Rev. Bras. Psiquiatr. [online]. 2012, vol.34, n.2, pp.176-184. ISSN 1516-4446.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-44462012000200010.

INTRODUÇÃO:Comportamentos de correr riscos, criminalidade familiar, pobreza e pais inadequados foram frequentemente associados a um início mais precoce de atividades criminais e a uma carreira criminal mais longa em presos do sexo masculino. OBJETIVO:Esse estudo visa identificar os fatores relacionados ao início e à recorrência do comportamento criminal em mulheres assaltantes no estado de São Paulo, Brasil. MÉTODO: Este foi um estudo em corte transversal realizado dentro de uma penitenciária feminina em São Paulo. De junho de 2006 a junho de 2010, 175 internas condenadas apenas por roubo foram recrutadas para avaliação quanto a antecedentes familiares de condenação por crimes, uso inadequado de drogas e álcool, impulsividade, sintomas depressivos e características psicossociais. RESULTADOS: Ter antecedentes familiares de condenação por crimes predisse consistentemente um início mais precoce de atividades criminais e uma carreira criminal mais longa em mulheres assaltantes. O uso de drogas na juventude e a gravidade do uso de drogas estavam significativamente relacionados respectivamente ao início e à recorrência do comportamento criminal. DISCUSSÃO: As prisões deveriam avaliar sistematicamente os presos e proporcionar tratamento para aqueles com problemas de saúde em geral. Os filhos dos internos deveriam obter ajuda para modificar as consequências do encarceramento de seus pais e reduzir as consequências negativas da evolução desse fator 'estático.'

Palavras-chave : mulheres sentenciadas; roubo; uso excessivo de drogas; teoria trans-gerações.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf epdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons