SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34 suppl.1Panic disorder and the respiratory system: clinical subtype and challenge tests author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Psiquiatria

Print version ISSN 1516-4446

Abstract

COSCI, Fiammetta. O desenvolvimento psicológico do transtorno de pânico: implicações para a neurobiologia e o tratamento. Rev. Bras. Psiquiatr. [online]. 2012, vol.34, suppl.1, pp. 9-19. ISSN 1516-4446.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-44462012000500003.

OBJETIVO: O objetivo deste estudo foi fazer um levantamento da literatura disponível sobre o desenvolvimento psicológico do transtorno do pânico com ou sem agorafobia [TP(A)] e sua relação com a neurobiologia e o tratamento do pânico. MÉTODOS: A busca da literatura foi realizada tanto manualmente quanto via computador (PubMed). Somente os artigos publicados em inglês em revistas revisadas por especialistas e abordando o TP(A) de acordo com as classificações diagnósticas da Associação Americana de Psiquiatria ou da Organização Mundial de Saúde foram incluídos. CONCLUSÕES: Existe um modelo de classificação por estágios do pânico aplicável na prática clínica. A fase prodrômica e, a despeito de tratamentos bem-sucedidos, os sintomas residuais podem ser identificados em uma proporção substancial de pacientes com TP(A). Tanto os pródromos quanto os sintomas residuais permitem monitorar a evolução do transtorno durante a recuperação por meio do fenômeno de reversão. Os diferentes estágios do transtorno, bem como as etapas da reversão, possuem uma correspondência na neurobiologia e no tratamento do pânico. Contudo, as implicações do tratamento do modelo longitudinal do TP(A) não são endossadas e são necessárias intervenções adequadas de efeito duradouro.

Keywords : classificação por estágios; transtorno do pânico; sintomas subclínicos; neurobiologia; tratamento.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese