SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34 suppl.1Associação entre ansiedade e hipermobilidade articular: uma revisão sistemáticaDesenhando as novas fronteiras para a compreensão do transtorno obsessivo-compulsivo: uma revisão de sua relação com o medo e a ansiedade índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Revista Brasileira de Psiquiatria

versão impressa ISSN 1516-4446

Resumo

BINELLI, Cynthia et al. Eventos negativos na infância e ansiedade social em estudantes universitários. Rev. Bras. Psiquiatr. [online]. 2012, vol.34, suppl.1, pp. 69-74. ISSN 1516-4446.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-44462012000500006.

INTRODUÇÃO: Existem evidências substanciais sobre o impacto de eventos negativos da vida durante a infância na etiologia dos transtornos psiquiátricos. Examinamos a associação entre os eventos negativos ocorridos na infância e a ansiedade social em uma amostra de 571 estudantes universitários espanhóis. MÉTODOS: Em um estudo transversal realizado em 2007, foram coletados os dados de variáveis sociodemográficas, história psiquiátrica pessoal e familiar e abuso de substâncias por meio de um questionário semiestruturado e avaliamos cinco eventos negativos ocorridos na infância: (i) a perda de alguém próximo, (ii) abuso emocional, (iii) abuso físico, (iv) violência familiar e (v) abuso sexual. Todos os participantes preencheram a escala de Liebowitz para ansiedade social. RESULTADOS: A média (DP) de idade foi de 21 anos (4,5); 75% eram do sexo feminino; o escore na LSAS foi 40 (DP = 22); 14,2% tinham história psiquiátrica familiar e 50,6% tiveram eventos negativos durante a infância. A análise de regressão linear, após o controle para idade, sexo e história psiquiátrica familiar, mostraram associação positiva entre violência familiar e escore de ansiedade social (p = 0,03). Nenhum dos fatores estressores restantes produziu aumento significativo no escore da LSAS (p > 0,05). CONCLUSÃO: Os estudantes universitários com altos níveis de ansiedade social apresentaram prevalência maior de eventos negativos precoces. Portanto, a violência familiar na infância pode ser um fator de risco para ansiedade social em tal população.

Palavras-chave : eventos negativos na infância; adversidades na infância; violência familiar; ansiedade social; escala de Liebowitz para ansiedade.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · pdf em Português | Inglês