SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 número1Práticas de educação ambiental: breve diagnóstico em organizações militares do exército brasileiroLevantamento do uso de medicamentos por estudantes do ensino médio em duas escolas de Porto Alegre, RS, Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Ciência & Educação (Bauru)

versão impressa ISSN 1516-7313

Resumo

ALMEIDA, Rosiléia Oliveira de. Ajofe e alcoometria: as escolas diante das mudanças socioculturais ligadas à produção de cachaça artesanal na microrregião de Abaíra, Bahia, Brasil. Ciênc. educ. (Bauru) [online]. 2012, vol.18, n.1, pp. 187-214. ISSN 1516-7313.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-73132012000100012.

Neste trabalho, sustentando-nos em concepções teóricas não essencialistas de cultura, buscamos compreender como as escolas da cidade de Abaíra (BA) podem contribuir para a compreensão das tensões da vida comunitária e para o posicionamento crítico dos alunos diante das estratégias locais de identidade construídas em torno da produção de cachaça artesanal. A partir de um estudo socioantropológico das práticas produtivas, buscamos sensibilizar as escolas para que sintonizassem seus currículos com o meio social. Por intermédio da aplicação do conceito de circularidade entre as culturas, evidenciamos que é possível articular os modelos cognitivos da vida cotidiana e da ciência na aprendizagem conceitual, interpretando as técnicas para se verificar se a cachaça está forte: o teste indiciário do ajofe, vinculado à experiência sociocultural local, e a alcoometria, que envolve a aplicação da racionalidade técnico-científica exigida pela nova configuração social.

Palavras-chave : Mudança cultural; Saberes cotidianos; Conhecimento científico; Aprendizagem escolar; Cachaça.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português