SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 número1Análise dos processos fonológicos em crianças com desenvolvimento fonológico normalCompetência ortográfica e metafonológica: influências e correlações na leitura e escrita de escolares da 4ª série índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia

versão On-line ISSN 1982-0232

Resumo

MOTA, Helena Bolli; KAMINSKI, Tassiana Isabel; NEPOMUCENO, Mirele Rezendes Flôres  e  ATHAYDE, Márcia de Lima. Alterações no vocabulário expressivo de crianças com desvio fonológico. Rev. soc. bras. fonoaudiol. [online]. 2009, vol.14, n.1, pp.41-47. ISSN 1982-0232.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-80342009000100009.

OBJETIVO: Verificar os processos de substituição mais frequentes e os campos conceituais mais alterados em uma prova de vocabulário expressivo de crianças com desvio fonológico, relacionando-os com a gravidade do desvio fonológico destas crianças. MÉTODOS: A amostra foi composta por 44 sujeitos com desvio fonológico, com idades entre três anos e cinco meses e oito anos e seis meses. Neste estudo, foram utilizados dados extraídos de bancos de dados de projetos de pesquisa em andamento no Centro de Estudos de Linguagem e Fala da Universidade Federal de Santa Maria. A amostra foi dividida em quatro grupos (grave, moderado-grave, leve-moderado e leve), de acordo com a gravidade do desvio fonológico, determinada através do cálculo do Percentual de Consoantes Corretas. Foi aplicado o teste de linguagem infantil ABFW - Vocabulário. Após, realizou-se análise de correlação entre os processos de substituição e os campos conceituais com a gravidade do desvio fonológico. RESULTADOS: O processo de substituição "co-hipônimo" é o mais utilizado pelas crianças, independente do grau de gravidade. Observou-se também que crianças pertencentes ao grau médio-moderado realizam maior quantidade relevante de processos de substituição. No campo conceitual "locais" encontrou-se maior número de crianças com alteração, sendo que o grau médio-moderado foi o que mais apresentou campos conceituais alterados. CONCLUSÕES: O grau médio-moderado é o que mais apresenta dificuldade em prova de vocabulário expressivo, o processo de substituição mais realizado é o uso de co-hipônimo e o campo conceitual "locais" é o que mais apresenta alteração pelas crianças de um modo geral.

Palavras-chave : Vocabulário; Testes de linguagem; Distúrbios da fala; Criança; Fala; Linguagem infantil.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons