SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 número1Achados à prova calórica e canal semicircular acometido na vertigem posicional paroxística benignaValidade discriminatória do instrumento de avaliação da prontidão para início da alimentação oral de bebês prematuros índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia

versão On-line ISSN 1982-0232

Resumo

YAMAMOTO, Raquel Coube de Carvalho; KESKE-SOARES, Márcia  e  WEINMANN, Ângela Regina Maciel. Características da sucção nutritiva na liberação da via oral em recém-nascidos pré-termo de diferentes idades gestacionais. Rev. soc. bras. fonoaudiol. [online]. 2009, vol.14, n.1, pp.98-105. ISSN 1982-0232.  https://doi.org/10.1590/S1516-80342009000100016.

OBJETIVO: Analisar as características da sucção nutritiva na liberação da via oral em recém-nascidos pré-termo (RNPT) de diferentes idades gestacionais. MÉTODOS: A amostra constou de 32 RNPT, avaliados no momento da liberação para alimentação por via oral, dividida em dois grupos: Grupo 1 (G1) com idade gestacional inferior a 34 semanas; e Grupo 2 (G2) com idade gestacional igual ou superior a 34 semanas. O desempenho da sucção nutritiva foi avaliado observando-se presença ou ausência de blocos de sucção, número e tempo das sucções nos três primeiros blocos apresentados, e presença ou ausência de coordenação entre sucção/deglutição/respiração (S/D/R). Nenhum RNPT recebeu estimulação fonoaudiológica prévia. RESULTADOS: O G2 apresentou, na maioria dos RNPT, presença de coordenação entre S/D/R, além de melhor desempenho em relação ao número e ao tempo de sucção nos blocos de sucção quando comparado ao G1. Na correlação do número versus tempo de sucção por bloco, o G1 apresentou resultados aproximados aos do G2. Considerando-se a classificação quanto ao desenvolvimento intra-útero adequado para a idade gestacional, os RNPT do G1 apresentaram desempenho semelhante aos do G2, no primeiro e segundo blocos, observando-se queda, no G1, apenas no terceiro bloco. CONCLUSÃO: O melhor desempenho no padrão de sucção nutritiva foi apresentado pelo G2, sugerindo que a idade gestacional corrigida dos RNPT interfere diretamente nos resultados obtidos na avaliação da sucção nutritiva. Assim sendo, esta também é uma variável a ser considerada para liberação da alimentação por via oral.

Palavras-chave : Recém-nascido; Prematuro; Idade gestacional; Alimentação; Sucção; Deglutição.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons