SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 número2Consciência fonêmica em meninos e meninasHabilidades expressivas de um grupo de alunos com paralisia cerebral na atividade de jogo índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia

versão On-line ISSN 1982-0232

Resumo

MONTEIRO, Vanessa Roses; BRESCOVICI, Silvana Maria  e  DELGADO, Susana Elena. A ocorrência de ceceio em crianças de oito a 11 anos em escolas municipais. Rev. soc. bras. fonoaudiol. [online]. 2009, vol.14, n.2, pp.213-218. ISSN 1982-0232.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-80342009000200012.

OBJETIVOS: Verificar a ocorrência de ceceio em crianças de oito a 11 anos das escolas municipais de Itaqui/RS, de acordo com sexo e faixa etária, além de verificar a associação do ceceio com possíveis fatores de risco, tais como hábitos de sucção (chupeta, dedo e mamadeira) até os seis anos de idade, má oclusão dentária, respiração oral e praxias de língua. MÉTODOS: Foi realizado um estudo observacional, exploratório, contemporâneo, prospectivo e de grupo, por meio de questionário com os responsáveis e de avaliação fonoaudiológica das estruturas, das praxias da língua, da presença de sinais sugestivos de respiração oral e articulação dos sons da fala. Utilizou-se estatística não-paramétrica (Qui-quadrado) para verificar associação entre as variáveis. RESULTADOS: Participaram 200 crianças (50% meninos e 50% meninas) de oito a 11 anos. A frequência de ceceio foi de 19%, maior nas meninas e observou-se que ceceio anterior diminui com o aumento da idade o que não ocorreu com o ceceio lateral. Os sinais sugestivos de respiração oral (p=0,037), o uso prolongado da mamadeira (p=0,027), as alterações de praxias de língua (p=0,002), e as alterações de oclusão (p=0,0001), foram os fatores de risco que mostraram associação estatística. CONCLUSÕES: Foi alta a frequência de ceceio e maior no sexo feminino. A maioria dos fatores de risco associou-se significativamente.

Palavras-chave : Patologia da fala e linguagem; Transtornos da articulação; Comportamento de sucção; Oclusão dentária; Respiração bucal.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons