SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 issue3Relationship between neuroimaging findings and auditory and metaphonological abilities in students with developmental dyslexiaPrevalence of auditory sequelae after pyogenic meningitis in children author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia

On-line version ISSN 1982-0232

Abstract

OLIVEIRA, Bruna Ferreira Valenzuela de; SOARES, Erika Queiroga Werkhaizer; AZEVEDO, Luciana Lemos de  and  BRITTO, Denise Brandão de Oliveira e. Análise de parâmetros perceptivo-auditivos e acústicos em indivíduos gagos. Rev. soc. bras. fonoaudiol. [online]. 2009, vol.14, n.3, pp. 323-331. ISSN 1982-0232.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-80342009000300007.

OBJETIVO: Analisar parâmetros perceptivo-auditivos e acústicos da voz em indivíduos adultos gagos. MÉTODOS: Foram analisados 15 indivíduos gagos do gênero masculino na faixa etária de 21 a 41 anos (média 26,6 anos), atendidos no Centro Clínico de Fonoaudiologia da instituição no período de fevereiro de 2005 a julho de 2007. Os parâmetros perceptivo-auditivos analisados envolveram a qualidade vocal, tipo de voz, ressonância, tensão vocal, velocidade de fala, coordenação pneumofônica, ataque vocal e gama tonal; quanto aos parâmetros acústicos, foram analisadas a frequência fundamental e sua variabilidade durante a fala espontânea. RESULTADOS: A análise perceptivo-auditiva mostrou que as características mais frequentes nos indivíduos gagos foram: qualidade vocal normal (60%), ressonância alterada (66%), tensão vocal (86%), ataque vocal alterado (73%), velocidade de fala normal (54%), gama tonal alterada (80%) e coordenação pneumofônica alterada (100%). No entanto, a análise estatística revelou que apenas a presença de tensão vocal, coordenação pneumofônica e a gama tonal alteradas apresentaram-se estatisticamente significativas nos indivíduos gagos estudados. Na análise acústica, a frequência fundamental variou de 125,54 a 149,59 Hz e a variabilidade da frequência fundamental foi de 16 a 21 semitons ou 112,50 a 172,40 Hz. CONCLUSÃO: Os parâmetros perceptivo-auditivos analisados que tiveram frequência significativa nos indivíduos gagos estudados foram: presença de tensão vocal, alteração da gama tonal e na coordenação pneumofônica. Desta forma, é importante avaliar os aspectos vocais nesses pacientes, pois a desordem da fluência pode comprometer alguns parâmetros vocais podendo ocasionar disfonia.

Keywords : Voz; Gagueira; Respiração; Fonação; Acústica da fala; Percepção auditiva.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese