SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 issue3Introduction of augmentative and alternative communication in aphasia therapyDynamic and interdisciplinary assessment in hearing disability in a public ambulatory: case report author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia

On-line version ISSN 1982-0232

Abstract

PAGLIARIN, Karina Carlesso; CERON, Marizete Ilha  and  KESKE-SOARES, Márcia. Modelo de oposições múltiplas modificado: abordagem baseada em traços distintivos. Rev. soc. bras. fonoaudiol. [online]. 2009, vol.14, n.3, pp. 411-415. ISSN 1982-0232.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-80342009000300019.

O objetivo deste trabalho foi propor uma abordagem com enfoque em traços distintivos para o Modelo de Oposições Múltiplas e testar sua aplicação em um sujeito falante do Português Brasileiro. O Modelo foi aplicado em um sujeito do sexo masculino, com desvio fonológico moderado-severo e idade de seis anos e meio. Após avaliação fonológica, procedeu-se à seleção dos sons-alvo. Considerou-se o sistema fonológico inicial, bem como os traços distintivos alterados ([+voz], [+soante], [+aproximante], [coronal/±anterior], [-contínuo]). Os traços com maior número de alterações eram [+voz, +soante, +aproximante], justificando a escolha dos seguintes sons-alvo para tratamento: /r/ x /l/ x // x // x /z/, em onset medial.Tendo como base a aplicação desse modelo em falantes do inglês, percebeu-se a necessidade de introduzir alguns procedimentos, como: a escolha dos sons-alvo a partir dos traços distintivos alterados e a estrutura da sessão terapêutica. Ao final, o sujeito foi reavaliado a fim de verificar as aquisições no sistema fonológico. Após dez sessões de fonoterapia,o sujeito adquiriu os fonemas /l, , , z/, generalizando-os para outras posições na palavra (/Z/ e /l/ em onset inicial). Verificou-se, também, a ocorrência de generalização para a mesma classe e para outras classes de sons (/b/, /d/, /g/, /v/). No entanto, o fonema /r/ não foi adquirido. Esta proposta mostrou-se efetiva, pois o sujeito apresentou melhora em seu sistema fonológico com poucas sessões terapêuticas. Pôde-se observar que o Modelo de Oposições Múltiplas, utilizando a abordagem com base em traços distintivos é eficaz, pois favoreceu diversas mudanças fonológicas.

Keywords : Distúrbio fonológico; Fala; Fonoterapia; Generalização; Criança; Relatos de casos.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese