SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 issue3Vocal and laryngeal analyses in diagnostic hypotheses of nodules and cystsEffect of intravelar veloplasty on velopharyngeal closure assessed by pressure-flow technique author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia

Print version ISSN 1516-8034

Abstract

MITUUTI, Cláudia Tiemi; PIAZENTIN-PENNA, Silvia Helena Alvarez; BRANDAO, Giovana Rinalde  and  BENTO-GONCALVES, Cristina Guedes de Azevedo. Caracterização da fala de indivíduos submetidos à palatoplastia primária. Rev. soc. bras. fonoaudiol. [online]. 2010, vol.15, n.3, pp. 355-361. ISSN 1516-8034.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-80342010000300008.

OBJETIVOS: Descrever as características de fala de indivíduos submetidos à palatoplastia primária; relacioná-las com tipo de fissura, técnica cirúrgica e idade na ocasião da cirurgia; e descrever as condutas fonoaudiológicas após a cirurgia. MÉTODOS: Estudo retrospectivo de 167 casos, de ambos os gêneros, com fissura labiopalatina, submetidos à palatoplastia primária. Foram coletadas informações relativas ao tipo de fissura, idade na palatoplastia, técnica cirúrgica, e as análises subjetivas sobre as características da fala, realizadas por fonoaudiólogas. RESULTADOS: Na avaliação perceptiva da fala após a cirurgia, encontrou-se inteligibilidade de fala alterada (46%), ressonância hipernasal (33%), articulações compensatórias (26%), emissão de ar nasal (14%), mímica facial (11%) e fraca pressão aérea intra-oral (8%). Na associação entre a ressonância e as articulações compensatórias com tipo de fissura, técnica cirúrgica e faixa etária, não houve diferença significativa. A conduta mais frequentemente tomada foi a de terapia fonoaudiológica (38%), para correção das articulações compensatórias e/ou outras alterações. CONCLUSÃO: A maioria dos indivíduos apresentou ressonância equilibrada ou hipernasalidade aceitável e ausência de articulações compensatória, independente do tipo de fissura, da técnica cirúrgica e da faixa etária, embora não tenha ocorrido diferença significativa. Dentre as condutas adotadas após a primeira avaliação pós-palatoplastia primária, a terapia fonoaudiológica foi a mais frequente.

Keywords : Fissura palatina [cirurgia]; Distúrbios da fala; Insuficiência velofaríngea; Inteligibilidade de fala; Percepção da fala; Procedimentos cirúrgicos operatórios [métodos].

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese