SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 issue1The attribution of mental states in the speech of children with autistic spectrum disordersStability of auditory evoked potentials in adults with normal hearing author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia

Print version ISSN 1516-8034

Abstract

FERNANDES, Denise Maria Zaratini; LIMA, Maria Cecília Marconi Pinheiro; GONCALVES, Vanda Maria Gimenes  and  FRANCOZO, Maria de Fátima de Campos. Acompanhamento do desenvolvimento da linguagem de lactentes de risco para surdez. Rev. soc. bras. fonoaudiol. [online]. 2011, vol.16, n.1, pp. 30-36. ISSN 1516-8034.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-80342011000100007.

OBJETIVO: Comparar o desenvolvimento da linguagem, de acordo com o gênero, idade gestacional e peso ao nascimento, aos quatro, oito e 12 meses, de lactentes que permaneceram em UTI Neonatal e que apresentaram um ou mais indicadores de risco para perda auditiva de aparecimento tardio. MÉTODOS: Estudo longitudinal de lactentes nascidos entre agosto de 2007 e julho de 2008 que, na UTI, apresentaram resultado normal no Potencial Evocado Auditivo de Tronco Encefálico, e que necessitaram de monitoramento audiológico e de linguagem, por apresentarem indicadores de risco para perda auditiva. Os lactentes foram avaliados no 4º, 8º e 12° meses de vida por meio da Escala de Aquisições Iniciais de Linguagem. RESULTADOS: Compareceram a todas as avaliações 87 lactentes e 60 (69%) apresentaram como indicador de risco a permanência na UTI associada à hipertensão pulmonar. Na Escala de Aquisições Iniciais de Linguagem, nove lactentes apresentaram alterações aos quatro meses e 11 lactentes aos oito meses de idade. Aos 12 meses, 18 (20,6%) lactentes apresentaram alteração e desses, cinco tiveram atraso nos meses anteriores. Os dados estatísticos demonstraram que resultados alterados aos quatro e oito meses podem predizer dificuldades nas respostas dos lactentes aos 12 meses. Houve o aparecimento de desvios transitórios no desenvolvimento da linguagem oral, normalizados na maioria dos casos. CONCLUSÃO: Deve-se realizar a avaliação de linguagem no primeiro ano de vida a fim de monitorar possíveis atrasos em lactentes com indicador de risco para surdez.

Keywords : Desenvolvimento da linguagem; Lactente; Perda auditiva; Estudos longitudinais; Fatores de risco.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese