SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 número2Avaliação do nível de satisfação de usuários de aparelhos de amplificação sonora individuais dispensados pelo Sistema Único de SaúdeO processamento auditivo e a combinação de traços distintivos na aquisição de fala em crianças com desvios fonológicos índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia

versão On-line ISSN 1982-0232

Resumo

LUZ, Vívian Baptista da; SILVA, Monique Cantelli da; SCHARLACH, Renata Coelho  e  IORIO, Maria Cecília Martinelli. Correlação entre as restrições de participação em atividades de vida diária e o benefício do uso de próteses auditivas em adultos e idosos. Rev. soc. bras. fonoaudiol. [online]. 2011, vol.16, n.2, pp.160-166. ISSN 1982-0232.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-80342011000200009.

OBJETIVO: Estudar o benefício obtido com o uso de próteses auditivas em ambientes acusticamente favoráveis à comunicação, reverberantes, ruidosos e com sons aversivos e correlacioná-lo com as restrições de participação e limitações de atividades de adultos e idosos deficientes auditivos. MÉTODOS: Foram avaliados 42 indivíduos atendidos na instituição em que o estudo foi realizado. Estes responderam aos questionários Hearing Handicap Inventory for Elderly ou for Adults e Abbreviated Profile of Hearing Aid Benefit, no momento da dispensação das próteses auditivas e após três meses de uso efetivo destas. Foram estudadas as restrições de participação, limitações auditivas e o benefício com o uso de próteses auditivas. Os resultados foram analisados estatisticamente. RESULTADOS: Houve diferenças entre os escores dos questionários Hearing Handicap Inventory for Elderly e for Adults e entre os das subescalas Facilidade de Comunicação, Ambientes Reverberantes e Ruído Ambiental do questionário Abbreviated Profile of Hearing Aid Benefit, comparando as condições sem e com próteses auditivas. Houve correlação positiva entre o benefício mensurado na subescala Facilidade de Comunicação, nos idosos, e Ruído Ambiental, nos adultos, com a redução da restrição de participação. CONCLUSÃO: Houve redução das limitações de atividades e da restrição de participação em atividades de vida diária em adultos e idosos com o uso de próteses auditivas. Quanto maior o benefício obtido na subescala Facilidade de Comunicação em idosos e o benefício na subescala Ruído Ambiental nos adultos, maior a redução da restrição de participação.

Palavras-chave : Reabilitação de deficientes auditivos; Auxiliares de audição; Perda auditiva neurossensorial; Audição; Adulto; Idoso.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons