SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 issue3Duration parameters of swallowing acoustic signals in subjects without complaintsCharacteristics of non-nutritive sucking in full-term and late preterm infants author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia

On-line version ISSN 1982-0232

Abstract

ALMEIDA, Rita de Cássia de Araújo; HAGUETTE, Renata Cavalcante Barbosa  and  ANDRADE, Izabella Santos Nogueira de. Deglutição com e sem comando verbal: achados videofluoroscópicos. Rev. soc. bras. fonoaudiol. [online]. 2011, vol.16, n.3, pp. 291-297. ISSN 1982-0232.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-80342011000300009.

OBJETIVO: Caracterizar a deglutição de consistências e quantidades alimentares diferentes, com e sem comando verbal, por meio da videofluoroscopia da deglutição. MÉTODOS: Estudo quantitativo, transversal e observacional em 40 indivíduos sadios e sem queixas de deglutição, realizado no período de janeiro a março de 2010. A média de idade dos indivíduos foi de 23 anos e 5 meses (DP±2,5), com idade mínima de 20 anos e máxima de 30 anos, sendo 87,5% (35/40) do gênero feminino. Realizou-se avaliação videofluoroscópica da deglutição com ingestão de bário nas consistências líquida, líquido-pastosa, pastosa e sólida. Durante a administração da consistência líquida, realizaram-se duas provas de deglutição, uma com e outra sem comando verbal. Foram analisados o local do início da fase faríngea da deglutição em diferentes estruturas, a perda prematura do alimento, o aumento do tempo de trânsito oral, a presença de deglutições múltiplas, a presença de estase alimentar e a presença de penetração e/ou aspiração laríngea nas duas situações. RESULTADOS: O início da fase faríngea ocorreu na base da língua e valéculas para a maioria das consistências e quantidades, com exceção da líquida (5 ml) cuja deglutição foi ativada em valéculas. Não houve influência do comando verbal para o local do início da fase faríngea da deglutição e presença de estase alimentar, entretanto o comando foi eficaz para a diminuição dos achados orofaríngeos. CONCLUSÃO: A fase faríngea da deglutição ocorreu em base de língua e valéculas. Houve influência do comando verbal na dinâmica da deglutição.

Keywords : Comportamento alimentar; Deglutição; Fluoroscopia [métodos]; Faringe [fisiologia]; Bario [administração & dosagem].

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese