SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30 número6Mieloma múltiplo: verificação do conhecimento da doença em médicos que atuam na atenção primária à saúdeDeterminação da sobrecarga de ferro na talassemia pela IRM hepática e ferritina índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia

versão impressa ISSN 1516-8484

Resumo

VICARI, Perla et al. Densidade mineral óssea em crianças talassêmicas: uma experiência brasileira. Rev. Bras. Hematol. Hemoter. [online]. 2008, vol.30, n.6, pp. 445-448. ISSN 1516-8484.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-84842008000600005.

A osteoporose, caracterizada por aumento da fragilidade óssea e suscetibilidade a fraturas, é inversamente proporcional ao pico de massa óssea adquirido na infância. Por outro lado, a doença óssea é uma importante causa de morbidade em pacientes portadores de beta-talassemia maior (TM). Apesar de intensamente descrita em pacientes talassêmicos adultos, não existem estudos sobre as alterações de densidade óssea em crianças talassêmicas brasileiras. Foram avaliados 11 pacientes (idade mediana de 10,0, variando de 5 a 12 anos), portadores de TM, e 24 crianças (idade mediana de 9,5, variando de 6 a 12 anos) saudáveis, utilizando medida de emissão dupla de raios-X para avaliar a densidade mineral óssea (DMO). A análise de marcadores bioquímicos tais como concentração de ferritina sérica, cálcio ionizado, fosfatase alcalina, fósforo, albumina, tempo de protrombina e fator V foi realizada. A estatura foi significativamente diferente entre os dois grupos estudados, p<0,05. Os pacientes talassêmicos mostraram valores significativamente inferiores de DMO (mediana 0,61 g/cm2) quando comparados aos indivíduos controles (mediana 0,69 g/cm2), p < 0,05. A relevante perda óssea encontrada na maioria das crianças talassêmicas estudadas reforça a necessidade de identificação e tratamento adequado da osteopenia, reduzindo a morbidade destes indivíduos. Este é o primeiro estudo, descrito na literatura, que avalia a DMO em crianças talassêmicas brasileiras.

Palavras-chave : Densidade mineral óssea; talassemia; osteopenia; densitometria; anemia.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português