SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.31 número6Análise retrospectiva dos pacientes infectados por RSV na unidade de transplante de medula ósseaA prática transfusional e a formação dos profissionais de saúde índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia

versão impressa ISSN 1516-8484

Resumo

SILVA, Lilianne B.; GONCALVES, Romélia P.  e  MARTINS, Michele F.. Estudo da correlação entre os níveis de hemoglobina fetal e o prognóstico dos pacientes com anemia falciforme. Rev. Bras. Hematol. Hemoter. [online]. 2009, vol.31, n.6, pp.417-420.  Epub 27-Nov-2009. ISSN 1516-8484.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-84842009005000084.

Os níveis de hemoglobina fetal (HbF) foram analisados em 47 pacientes com anemia falciforme, residentes em Fortaleza, capital do Ceará, com a finalidade de fornecer informações sobre a influência da HbF no prognóstico desta doença. A determinação dos valores hematológicos foi realizada em contador automático de células sanguíneas (modelo Sysmex KX-21N, Roche) e os níveis de HbF foram determinados pela técnica da desnaturação alcalina. Dentre os resultados foi demonstrada uma tendência de menor número de pacientes com crises vaso-oclusivas (p=0,0405) e úlceras de perna (p=0,0076) com o aumento dos níveis de HbF. Não houve diferença estatisticamente significativa na comparação entre os níveis de HbF e os valores de hemácias, hemoglobina, hematócrito, leucócitos e plaquetas. Os resultados demonstram que os níveis de hemoglobina fetal podem ser utilizados como fator prognóstico nos pacientes com anemia falciforme, no entanto não deve ser a única ferramenta diagnóstica para prever o quadro clínico destes pacientes.

Palavras-chave : Anemia falciforme; hemoglobina fetal; prognóstico.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons