SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.31 suppl.2Is there a role for allogeneic haemopoietic stem cell transplants (HSCT) in patients with Hodgkin's disease?The issue of refractory disease in follicular and other lymphoma subtypes índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia

versión impresa ISSN 1516-8484

Resumen

SOUZA, Cármino A. de et al. Experiência brasileira utilizando terapia sequencial de alta dose seguido de transplante autólogo de célula-tronco hematopoética para linfomas malignos. Rev. Bras. Hematol. Hemoter. [online]. 2009, vol.31, suppl.2, pp. 9-14. ISSN 1516-8484.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-84842009000800004.

A proposta deste trabalho foi avaliar a eficácia da HDS seguida do transplante autólogo como terapia de salvamento através da sobrevida global, livre de doença e livre de progressão bem como sua toxicidade. Realizou-se estudo retrospectivo com 106 pacientes com LNH de alto grau de malignidade entre 1998 e 2006. A mediana de idade foi 45 anos (8-65); 62% homens; DLBCL, 78%; 12%, T e anaplásico e 9%, linfoma da zona do manto; 87%, células B; 83% estádios III-IV; 63% com sintomas B; 32% com infiltração da medula óssea ao diagnóstico; 62% com grande massa e 42% com IPI de alto risco ou intermediário. Após alta dose de ciclofosfamida (HDCY), nove pacientes faleceram. Oitenta pacientes realizaram o transplante, sendo que 47% estavam em RC e 15% faleceram devido à toxicidade. A sobrevida global foi de 45% em oito anos para estes pacientes. Trinta e cinco pacientes não realizaram o transplante por causas diversas. Sobrevida global para todos os pacientes foi de 42%, DLBCL, 40%; T-cell, 40% e zona do manto, 20% (P=NS). Pacientes que obtiveram RC após HDCY tiveram melhor sobrevida global e livre de progressão (38% e 17%, respectivamente) do que os que permaneceram em PD (P<0.0001). O modelo de Cox resultou que o número de linhas terapêuticas antes da HDCY (RR 1.41 IC 95%: 1.04-1.90, P=0.02) e PD antes da HDCY (RR 2.70, IC 95%: 1.49-4.91, P<0.001) e após HDCY (RR 5.38, IC 95%: 2.93-9.87, P<0.0001). Nosso estudo sugere que HDS é um método eficiente de tratamento para melhorar o status e reduzir a massa tumoral. Em relação à toxicidade, é factível, especialmente em pacientes de prognóstico ruim

Palabras llave : Linfomas malignos; terapia sequencial de alta dose; transplante autólogo; experiência brasileira.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · pdf en Inglés