SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.43 issue5Gravimetric determination of soil organic matterCyanogenic glycosides in plants author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Brazilian Archives of Biology and Technology

On-line version ISSN 1678-4324

Abstract

POLETINE, Juliana P. et al. Inheritance of resistance to races 69 and 453 of Colletotrichum lindemuthianum in the common bean. Braz. arch. biol. technol. [online]. 2000, vol.43, n.5, pp. 479-485. ISSN 1678-4324.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-89132000000500006.

Os cultivares AB 136 e G 2333 ambos resistentes às raças 69 e 453 de Colletotrichum lindemuthianum foram cruzados com os cultivares Michelite e Perry Marrow (suscetíveis à ambas as raças) e com Dark Red Kidney e Cornell 49242 (resistentes à ambas as raças) e, obtidas as gerações F1 e F2. As plantas foram inoculadas com uma suspensão de esporos, utilizando-se uma concentração de 1,2 x 106 esporos/ml de água. As reações das populações F1 e F2 evidenciaram que os cultivares Dark Red Kidney; Cornell 49242 e AB 136 possuem, respectivamente, os genes dominantes A (Co-1) Are (Co-2) e Co-6, os quais conferiram a resistência às raças 69 e 453. Os dados de segregação obtidos nas populações F2 indicaram que G 2333 carrega os genes dominantes de resistência Co-5 e Co-7. Os genes dominantes presentes em G 2333 e sua resistência às raças de C. lindemuthianum, poderão serem transferidos para cultivares suscetíveis com relativa facilidade.

Keywords : Phaseolus vulgaris; Colletotrichum lindemuthianum; anthracnose; resistance.

        · abstract in English     · text in English     · English (pdf) English (epdf)