SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.46 número4Water quality in watershed of the Jaboatão River (Pernambuco, Brazil): a case studyMeasurement of volatilized mercury by a mini-system: a simple, reliable and reproducible technique índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Brazilian Archives of Biology and Technology

versão impressa ISSN 1516-8913

Resumo

CUNHA-SANTINO, Marcela Bianchessi da  e  BIANCHINI JUNIOR, Irineu. Oxygen consumption during mineralization of organic compounds in water samples from a small sub-tropical reservoir (Brazil). Braz. arch. biol. technol. [online]. 2003, vol.46, n.4, pp. 723-729. ISSN 1516-8913.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-89132003000400027.

Ensaios foram realizados para avaliar o consumo de oxigênio resultante da mineralização aeróbia de diferentes compostos orgânicos: glicose, sacarose, amido, ácido tânico, lisina e glicina. Os compostos foram adicionados a 1 l de amostra de água do Reservatório do Monjolinho (22º 00 ' S; 47º 54 ' W). As concentrações de oxigênio e de carbono orgânico dissolvidos foram determinadas durante 20 dias. Os resultados foram ajustados a modelos cinéticos de primeira ordem, observou-se que durante os 20 dias de experimento o consumo de oxigênio variou de 4,5 mg.l-1 (ácido tânico) a 71,5 mg.l-1 (glicose). Os coeficientes de desoxigenação (kD) mais elevados foram observados para o ácido tânico (0,321 dia-1) seguido pela glicina, amido, lisina, sacarose e glicose (0,1004, 0,0504, 0,0486, 0,0251 e 0,0158 dia-1, respectivamente). A partir de cálculos teóricos e das concentrações de oxigênio e de carbono foram obtidas as estequiometrias dos processos de mineralização. Os valores estequiométricos variaram de 0,17 (ácido tânico) a 2,55 (sacarose).

Palavras-chave : Oxygen consumption; aerobic mineralization; Reservoir of Monjolinho (UFSCar - São Carlos, SP).

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · pdf em Inglês