SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.52 número6Microscopic morphology and testis morphometry of captivity-bred Adult bullfrogs (Lithobates catesbeianus Shaw, 1802)Selective agent and A. tumefaciens overgrowth-control antibiotics in Eucalyptus camaldulensis Cotiledonary culture índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Brazilian Archives of Biology and Technology

versão impressa ISSN 1516-8913

Resumo

LIMA, Vera Fatima Gomes Alves Pereira  e  MENEZES, Nanuza Luiza de. Morpho-Anatomical Analysis of the Rhizome in Species of Scleria Berg. (Cyperaceae) from Serra do Cipó (MG). Braz. arch. biol. technol. [online]. 2009, vol.52, n.6, pp. 1473-1483. ISSN 1516-8913.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-89132009000600019.

Aspectos relacionados à natureza do espessamento em caules de monocotiledôneas têm sido objeto de estudo de muitos pesquisadores. O espessamento primário vem sendo atribuído ao meristema de espessamento primário (MEP). Segundo a maioria dos autores origina, além das raízes adventícias, os tecidos vasculares e parte do córtex. Para alguns autores, no entanto, origina apenas o sistema vascular e para outros, apenas parte do córtex. Entretanto, demonstra-se neste trabalho, que o MEP corresponde ao periciclo em fase meristemática ou ao periciclo associado à endoderme, também com atividade meristemática. Verificou-se que o periciclo é responsável pela formação do sistema vascular do rizoma e pela formação das raízes adventícias; a endoderme origina fileiras radiais de células que constituem a porção interna do córtex caulinar e que correspondem à região denominada derivadas da endoderme meristemática (DEM). Demonstra-se também, a continuidade entre os tecidos do caule e da raiz nas espécies de Scleria Berg. (Cyperaceae).

Palavras-chave : meristematic endodermis; rhizome; Cyperaceae.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · pdf em Inglês