SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 issue4Combinatorial chemistry: advanced tool for drug leads discoveryPharmacognostical study of Indigofera microcarpa Desv. (Fabaceae) author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Ciências Farmacêuticas

Print version ISSN 1516-9332

Abstract

CARABANTES, Alexandra Galetovic  and  FERNICOLA, Nilda A.G.G. de. Arsênio na água de beber: um problema de saúde pública. Rev. Bras. Cienc. Farm. [online]. 2003, vol.39, n.4, pp.365-372. ISSN 1516-9332.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-93322003000400003.

A presença de arsênio no ambiente é um problema de saúde pública por ser um evento de alta freqüência detectado em países como Argentina, Brasil, Chile, China, Índia, México e Taiwan, entre outros. O arsênio foi classificado pela Agência Internacional de Pesquisa sobre Câncer (IARC), como um agente carcinogênico para humanos com base em estudos epidemiológicos que relacionam a ingestão de arsênico na água para consumo humano e câncer na pele e estudos ocupacionais que relacionam a exposição ao arsênico e câncer no pulmão.A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda um valor orientador para água de beber de 10 mg As/L, enquanto que a Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (EPA), considerando estimativas de risco com modelos estatísticos, baseadas em observações em humanos e extrapolando os dados para concentrações inferiores a 50 µg/L, reduzirá o valor guia para arsênico na água para consumo humano de 50 µg/L para 10 µg/L.A utilização de biomarcadores permite o desenvolvimento da epidemiologia molecular que promete ser uma ferramenta que ajudará a detectar efeitos precoces em populações expostas, possibilitando a prevenção de efeitos nocivos considerando as características genéticas das populações.

Keywords : Arsênio; Saúde pública; Biomarcadores.

        · abstract in Spanish     · text in Spanish     · Spanish ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License