SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.44 issue3Analysis of the essential oils from Calendula officinalis growing in Brazil using three different extraction proceduresOrganophosphate and carbamate poisonings in the northwest of Paraná state, Brazil from 1994 to 2005: clinical and epidemiological aspects author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Ciências Farmacêuticas

Print version ISSN 1516-9332

Abstract

SILVA, Antonio Vinicios Alves da; FONSECA, Said Gonçalves da Cruz; ARRAIS, Paulo Sérgio Dourado  and  FRANCELINO, Eudiana Vale. Presença de excipientes com potencial para indução de reações adversas em medicamentos comercializados no Brasil. Rev. Bras. Cienc. Farm. [online]. 2008, vol.44, n.3, pp. 397-405. ISSN 1516-9332.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-93322008000300009.

Os excipientes farmacêuticos podem ser os responsáveis por inúmeras Reações Adversas a Medicamentos (RAM). O objetivo do trabalho foi identificar a presença de possíveis excipientes indutores de RAM em medicamentos comercializados no Brasil. Foram listados os 12 produtos mais vendidos no mercado brasileiro para análise. A detecção dos excipientes ocorreu a partir da consulta à composição da fórmula farmacêutica dos produtos, realizada de Agosto a Setembro/04, no Dicionário de Especialidades Farmacêuticas, sites SAC do laboratório produtor, e ficha técnica disponível no site da ANVISA. A identificação dos excipientes, possíveis causadores de RAM, foi realizada a partir de consulta à literatura. Foram identificadas 35 apresentações farmacêuticas, 26 classificadas como medicamentos de venda livre (71,4%) e 15 de uso pediátrico (42,8%). Entre os excipientes identificados (n=100), nove eram possíveis causadores de RAM: metilparabeno, propilparabeno, corante amarelo tartrazina, bissulfito de sódio, benzoato de sódio, lactose, cloreto de benzalcônio, sorbitol e álcool benzílico, sendo identificados em sete apresentações de uso pediátrico (18,9%) e doze de venda livre (32,4%). Os resultados demonstram a necessidade de maior atenção por parte dos profissionais de saúde, dos usuários de medicamentos e da avaliação pelos sistemas de farmacovigilância, da presença de excipientes como possíveis indutores de RAM.

Keywords : Medicamentos [reação adversa]; Excipiente farmacêutico; Farmacovigilância; Conservantes farmacêuticos.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese