SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.44 issue4Mucoadhesion studies in the gastrointestinal tract to increase oral drug bioavailabilityCurrent aspects of branched chain amino acid and exercise author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Ciências Farmacêuticas

Print version ISSN 1516-9332

Abstract

CRUZAT, Vinicius Fernandes; DONATO JUNIOR, José; TIRAPEGUI, Julio  and  SCHNEIDER, Claudia Dornelles. Hormônio do crescimento e exercício físico: considerações atuais. Rev. Bras. Cienc. Farm. [online]. 2008, vol.44, n.4, pp. 549-562. ISSN 1516-9332.  http://dx.doi.org/10.1590/S1516-93322008000400003.

Embora o hormônio do crescimento (GH) seja um dos hormônios mais estudados, vários de seus aspectos fisiológicos ainda não estão integralmente esclarecidos, incluindo sua relação com o exercício físico. Estudos mais recentes têm aumentado o conhecimento a respeito dos mecanismos de ação do GH, podendo ser divididos em: 1) ações diretas, mediadas pela rede de sinalizações intracelulares, desencadeadas pela ligação do GH ao seu receptor na membrana plasmática; e 2) ações indiretas, mediadas principalmente pela regulação da síntese dos fatores de crescimento semelhantes à insulina (IGF). Tem sido demonstrado que o exercício físico é um potente estimulador da liberação do GH. A magnitude deste aumento sofre influência de diversos fatores, em especial, da intensidade e do volume do exercício, além do estado de treinamento. Atletas, normalmente, apresentam menor liberação de GH induzida pelo exercício que indivíduos sedentários ou pouco treinados. Evidências experimentais demonstram que o GH: 1) favorece a mobilização de ácidos graxos livres do tecido adiposo para geração de energia; 2) aumenta a capacidade de oxidação de gordura e 3) aumenta o gasto energético.

Keywords : Hormônios; Hormônio do crescimento; Exercícios físicos; Metabolismo protéico; Metabolismo lipídico.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese