SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 número2Automotive waste oil as an additive in concrete mixtures: its use is feasibleReabilitação térmica: Contributo das argamassas com incorporação de material de mudança de fase índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Matéria (Rio de Janeiro)

versão On-line ISSN 1517-7076

Resumo

CUNHA, Sandra; AGUIAR, José; FERREIRA, Victor  e  TADEU, António. Classificação de argamassas com incorporação de materiais de mudança de fase com base nas suas propriedades físicas, mecânicas e térmicas. Matéria (Rio J.) [online]. 2019, vol.24, n.2, e12344.  Epub 10-Jun-2019. ISSN 1517-7076.  https://doi.org/10.1590/s1517-707620190002.0659.

Actualmente, existem várias argamassas disponiveis para aplicação na industria da construção. Estas argamassas podem ser baseadas em diferentes ligantes, possuir diferentes propriedades fisicas e mecânicas e até mesmo outras propriedades especificas. Contudo, a correta selecção de uma argamassa torna-se cada vez mais dificil. Assim, surge a necessidade de classificar diferentes argamassas com base em critérios especificos e num procedimento único. Desta forma, será possivel identificar as argamassas mais apropriadas de acordo com a sua função. Neste trabalho foi utilizado um procedimento de classificação de materiais desenvolvido por Czarnecki e Lukowski, com base numa função de usabilidade. O procedimento de classificação transforma os resultados experimentais de várias propriedades num único valor numérico. Desta forma, os produtos de construção podem ser classificados de acordo com as suas propriedades individuais ou uma combinação optimizada de várias propriedades. Assim, o principal objectivo deste estudo consiste na classificação de argamassas à base de diferentes ligantes com incorporação de materiais de mudança de fase (PCM). Os ligantes estudados foram a cal hidráulica, gesso e cimento. Para cada ligante foram desenvolvidas três argamassas distintas, uma argamassa de referência (0% PCM), uma argamassa com incorporação de 40% de PCM e uma argamassa com incorporação de 40% de PCM e 1% de fibras. Com base nos resultados foi possivel concluir que a incorporação de PCM afecta o desempenho global das argamassas.

Palavras-chave : Argamassas; Materiais de mudança de fase (PCM); Propriedades mêcanicas; Propriedades físicas; Propriedades térmicas.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )