SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 número3Leveduras da cavidade oral de crianças com AIDS: produção de exoenzimas e resistência antifúngicaEfeito do gel de clorexidina a 0,5% em microrganismos superinfectantes da placa bacteriana de portadores de necessidades especiais índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Pesquisa Odontológica Brasileira

versão impressa ISSN 1517-7491

Resumo

BUZALAF, Marília Afonso Rabelo et al. Conteúdo de flúor em diversas marcas de chocolate e bolachas de chocolate encontradas no Brasil. Pesqui. Odontol. Bras. [online]. 2003, vol.17, n.3, pp.223-227. ISSN 1517-7491.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-74912003000300005.

Chocolates em barra e bolachas de chocolate são guloseimas altamente apreciadas pelas crianças. A possibilidade de conter flúor (F) em seus componentes, associada a seu excessivo consumo podem torná-los contribuintes decisivos para a ingestão diária total de F. Assim, eles poderiam participar no estabelecimento da fluorose dental. O objetivo deste estudo foi analisar a concentração de flúor [F] dos chocolates em barra (CB) Baton, Confeti, Garoto Ball, Kinder Ovo, M&M’s, Milkybar, Nescau, Nescau Ball, Surpresa, Surpresa Bichos, Tortuguita; e das bolachas de chocolate (CC) Danyt’s, Hipopó, Nescau, Passatempo, Pokémon, Sítio do Pica-Pau Amarelo e Trakinas. Os produtos foram adquiridos em Bauru, São Paulo, Brasil. Três gramas de cada produto foram previamente calcinadas a uma temperatura de 525°C (CB e recheio das bolachas), e de 550°C (massas das bolachas), durante 4 horas. O F foi separado das cinzas por difusão facilitada por hexametildisiloxano (HMDS). As análises de F foram feitas com o eletrodo específico. As [F]s médias ± DP e amplitude (mg/g) foram: CB = 0,30 ± 0,45 (0,07 - 1,60, n = 12) e CC = 1,08 ± 2,64 (0,04 - 7,10, n = 7). Concluiu-se que alguns dos alimentos analisados podem ser importantes contribuintes para a ingestão diária total de F. No caso do produto que apresentou a maior [F] (Danyt’s), quando apenas 3 unidades são consumidas uma única vez ao dia, elas podem fornecer mais de 40% da ingestão diária máxima de F recomendada (0,07 mg/kg peso corporal) para uma criança de 2 anos de idade (12 kg). A [F] presente nesses produtos deveria ser informada em seus rótulos.

Palavras-chave : Chocolate; Flúor; Fluorose dentária; Criança.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf epdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons