SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 número4Terapia imunossupressora não afeta a densidade do osso preexistente ao redor de implantes de titânio inseridos em coelhos índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Pesquisa Odontológica Brasileira

versão impressa ISSN 1517-7491

Resumo

PAZELLI, Luciana Cunha et al. Prevalência de microrganismos em canais radiculares de dentes decíduos de humanos com necrose pulpar e lesão periapical crônica. Pesqui. Odontol. Bras. [online]. 2003, vol.17, n.4, pp. 367-371. ISSN 1517-7491.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-74912003000400013.

O objetivo deste estudo foi avaliar, por meio de cultura bacteriológica, a prevalência de microorganismos em 31 canais radiculares de dentes decíduos humanos com necrose pulpar e lesão periapical. O material, colhido dos canais radiculares após a realização da cirurgia de acesso, foi submetido ao processamento microbiológico para a determinação das unidades formadoras de colônia de microorganismos. Os resultados mostram que os microorganismos anaeróbios foram quantificados em 96,7% dos casos, os bacilos pigmentados de negro (BPB) em 35,5%, os aeróbios em 93,5%, os estreptococos em 96,7% e os S. mutans em 48,4%. Assim, pôde-se concluir que a infecção em canais radiculares de dentes decíduos humanos portadores de necrose pulpar e lesão periapical é polimicrobiana, com grande quantidade de microorganismos e maior prevalência de estreptococos e microorganismos anaeróbios.

Palavras-chave : Dente decíduo; Técnicas bacteriológicas; Abscesso periapical.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · pdf em Inglês