SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número24The plague, a metal monster, and the wonder of Wanda: in pursuit of the performance styleMusical rethoric in the Responsórios para Quarta Feira Santa by Antônio dos Santos Cunha índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Per Musi

versión impresa ISSN 1517-7599

Resumen

VILLAVICENCIO, Cesar Marino. A Retórica do silêncio. Per musi [online]. 2011, n.24, pp. 101-109. ISSN 1517-7599.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-75992011000200011.

A teoria da retórica na música barroca revela-se, de modo geral, interpretativa e heterogênea, não havendo uma linha de pensamento fixa. Essa heterogeneidade torna-se evidente quando se analisa a utilização dos silêncios como figuras retóricas. Para definir as intencionalidades dos silêncios é necessário considerar os afetos que os cercam. Assim, por haver diversos afetos inerentes, há ainda mais deliberações subjetivas na análise dos silêncios. Sugerindo uma visão retórica plural, propõe-se diversos tipos de categorização bem como a coexistência de interpretações. Para apresentar os desdobramentos dos objetivos estéticos da meraviglia, que focam o escopo pragmático de deslumbrar inesperadamente criando percepções chocantes de admiração, busca-se um equilíbrio entre a teoria e a prática através de exemplificações musicais. A retórica é vista como a energia inerente na emoção e no pensamento, transmitida por meio de um sistema de signos, entre os quais a música, com o objetivo de influenciar terceiros em suas decisões e ações.

Palabras llave : retórica; música; silêncios; pausas; Barroco.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués     · pdf en Portugués