SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.36 número4Qualidade sanitária de areia de praias recreacionais em São Paulo, BrasilLeveduras isoladas do solo e da água do mar das praias de Bairro Novo e Casa Caiada, Olinda, Pernambuco, Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Microbiology

versão impressa ISSN 1517-8382versão On-line ISSN 1678-4405

Resumo

SILVA, Fábio Sérgio B.; YANO-MELO, Adriana M.; BRANDAO, Joana Angélica C.  e  MAIA, Leonor C.. Esporulação de fungos micorrízicos arbusculares usando solução nutritiva adicionada de tampão Tris HCl. Braz. J. Microbiol. [online]. 2005, vol.36, n.4, pp.327-332. ISSN 1517-8382.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-83822005000400004.

A produção de inóculo é um dos entraves na aplicação de fungos micorrízicos arbusculares (FMA) em larga escala. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de soluções nutritivas associadas a tampão Tris-HCl sobre a esporulação dos FMA. Foram conduzidos dois experimentos em casa de vegetação, um para cada hospedeiro, painço (Panicum miliaceum) e sorgo (Sorghum vulgare), usando como substrato areia:vermiculita (1:1 v/v), onde foram aplicados cinqüenta esporos de Gigaspora margarita, Scutellospora heterogama e Glomus etunicatum. O substrato foi irrigado com as seguintes soluções nutritivas: Hoagland com 3 mM P (S1), Long Ashton II com 15,9 mM P (S2) e Hoagland com 20 mM P (S3), com ou sem 50 mM de tampão Tris-HCl (pH 6,5); o tratamento controle, que consistiu de solo: areia:vermiculita (2:1:1 v/v) recebeu água deionizada. Após 10 semanas não houve diferença na esporulação, nos tratamentos com sorgo, exceto para G. etunicatum. Porém, no experimento com painço os tratamentos com solução nutritiva diferiram significativamente. A esporulação de S. heterogama aumentou após adição do tampão nas soluções S1 e S2, enquanto a de G. etunicatum foi incrementada no substrato irrigado com S1 + tampão e S3, independente da presença do tampão. A produção de esporos de G. margarita foi maior nas soluções S1 e S3, ambas com tampão, porém diferenças significativas foram observadas somente em relação à solução S2, sem tampão. A utilização de soluções nutritivas e a adição de tampão podem contribuir para o aumento da esporulação de FMA; porém, como demonstrado, cada sistema substrato, FMA e hospedeiro deve ser avaliado separadamente, para estabelecimento das condições mais favoráveis para produção de inóculo em larga escala.

Palavras-chave : Glomus etunicatum; Gigaspora margarita; Scutellospora heterogama; produção de inóculo; solução nutritiva.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons