SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.36 número4Biofilmes de Staphylococcus aureus em cateter venoso central em hemodiáliseAvaliação da viabilidade de Aspergillus flavus e degradação de aflatoxinas em amostras de milho irradiadas índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Microbiology

versão impressa ISSN 1517-8382versão On-line ISSN 1678-4405

Resumo

MARTINS, Vanessa; MANFREDINI, Vanusa  e  BENFATO, Mara Silveira. Altos níveis de catalase em mutantes sod de Saccharomyces cerevisiae em condições de alta aeração. Braz. J. Microbiol. [online]. 2005, vol.36, n.4, pp.347-351. ISSN 1517-8382.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-83822005000400008.

Saccharomyces cerevisiae deficientes nos genes da superóxido dismutase (mutantes sod1D, sod2De sod1Dsod2D) cultivados em fase estacionária sob condições de alta aeração foram submetidos ao estresse com peróxido de hidrogênio (H2O2). Todos os mutantes mostraram-se sensíveis após o tratamento com o H2O2. A enzima glutationa peroxidase (GPx) apresentou níveis significativamente mais baixos nos simples mutantes sod1D e sod2D que na cepa selvagem sem tratamento. Após, a exposição a diferentes concentrações de H2O2, os níveis da glutationa peroxidase aumentaram no duplo mutante sod1Dsod2D e no simples mutante sod2D, enquanto o mutante sod1D manteve baixa atividade da glutationa peroxidase. O mutante sod2D demonstrou atividade da catalase similar a da cepa selvagem sem tratamento, enquanto foi observado que a atividade da catalase decresceu em condições de baixa aeração. O duplo mutante sod1Dsod2D apresentou baixa atividade da catalase mesmo sem tratamento. Os níveis da catalase foram maiores em condições de alta aeração do que em condições microaerófilas, inclusive o duplo mutante sod1Dsod2D contém menos H2O2, visto que, a SOD catalisa a clivagem do superóxido produzindo H2O2 e oxigênio. Nós sugerimos neste trabalho que a catalase não é essencial para os mutantes sod sob condições normais, mas ela participa de uma importante via na aquisição da tolerância ao estresse oxidativo induzido por condições de alta aeração.

Palavras-chave : catalase; superóxido dismutase; alta aeração; peróxido de hidrogênio; S. cerevisiae.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons