SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.38 issue2Emergence of fluoroquinolone-resistant Neisseria gonorrhoeae in São Paulo, BrazilOchratoxin A in brazilian instant coffee author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Brazilian Journal of Microbiology

Print version ISSN 1517-8382

Abstract

RIBEIRO, Aldemir Reginato et al. Salmonella spp. em cortes de frango: ocorrência, resistência antimicrobiana e fagotipificação dos isolados de Salmonella Enteritidis. Braz. J. Microbiol. [online]. 2007, vol.38, n.2, pp. 296-299. ISSN 1517-8382.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-83822007000200021.

Este trabalho foi conduzido para avaliar a ocorrência de Salmonella em cortes de frango e para determinar o perfil de resistência antimicrobiana das cepas isoladas. Vinte e quatro (39,3%) cortes de frango foram positivas para Salmonella, tendo sido isoladas vinte e cinco cepas de Salmonella, uma vez que em uma amostra isolaram-se dois sorovares. Salmonella Enteritidis foi o sorovar prevalente. Entre as Salmonella Enteritidis isoladas, 95,2% pertencem ao Fagotipo 4 (PT4) (20/21) e 4,8% ao PT7 (1/21). Vinte e duas (88%) cepas de Salmonella foram resistentes a pelo menos um agente antimicrobiano e oito diferentes padrões de resistência foram observados. S. Typhimurium (n:1) e S. Hadar (n: 3), apresentaram múltipla resistência. Três cepas de S. Enteritidis foram sensíveis a todos os antimicrobianos e duas resistentes somente a tetraciclina. A elevada ocorrência de Salmonella nos cortes de frango utilizados no presente estudo reforça a importância das normas de boas práticas de fabricação, bem como dos controles de perigos e pontos críticos de controle. No tocante aos níveis de resistência a antimicrobianos, os resultados enfatizam a necessidade do uso responsável dos mesmos na produção animal.

Keywords : Salmonella; partes de frango; resistência antimicrobiana; fagotipagem.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English