SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.38 número3Atividade antimicrobiana in vitro de extratos de folhas de Psidium guajava L. contra cepas patogênicas de importância clínicaAusência de associação entre genótipos e fatores de virulência em C. albicans isoladas de secreção vaginal índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Microbiology

versão impressa ISSN 1517-8382versão On-line ISSN 1678-4405

Resumo

MUNFORD, Veridiana et al. Diversidade sorológica e molecular de rotavírus identificados em crianças em São Paulo, Brasil. Braz. J. Microbiol. [online]. 2007, vol.38, n.3, pp.459-466. ISSN 1517-8382.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-83822007000300014.

De um total de 187 amostras fecais de crianças com idades entre 0 e 5 anos, coletadas no Hospital Universitário -USP, Brasil, de 1994 a 1996, 54 (28.9%) foram positivas para rotavírus. As amostras positivas foram caracterizadas quanto ao eletroferótipo, subgrupo, sorotipo G e genotipo G e P. Foram identificados quatro diferentes eletroferótipo longos em 38.9% das amostras, um eletroferótipo curto (34,0%) e 18,0% foram caracterizadas como um eletroferótipo não usual. O subgrupo I foi encontrado em 38,9% amostras, o subgrupo II em 50,0% e nãoI-nãoII em 7,7%. O sorotipo G2 foi encontrado em 59,3% e G1 em 33,3%. Duas amostras apresentaram misturas de G1+G2 e outra amostra G1+G3. Dez amostras caracterizadas como sorotipo G2 mostraram perfil eletroferótico longo. O genotipo G2 foi o mais freqüente, encontrado em 37 amostras (23 como único genotipo e 14 associados a outro genotipo). G1 foi encontrado em 15 amostras; G3 e G4 foram detectados principalmente em misturas e G5, G6 e G9, identificados somente em misturas. Um total de 20 (38,5%) amostras foram identificadas como misturas de genotipo G e foram encontradas 16 (29,6%) amostras com misturas de genotipo P. P[4] foi encontrado em 55,6% das amostras, P[8] em 51,9% e P[6-M37 like], em 5,5% das amostras. P[6-Gottfried like] e P[11] foram detectados somente em misturas. Uma amostra com especificidade G6, associada ao genotipo G2 e outra P[11] misturada com P[4] e de P[8] foram identificadas pela primeira vez na América Latina.

Palavras-chave : rotavírus; gastroenterites; PCR; sorotipos; genotipos.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons