SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.38 número3Aspergilose: um fator limitante na reabilitação de pingüins-de-MagalhãesIdentificação de Clostridium chauvoei em cultivos de materiais clínicos de casos de carbúnculo sintomático utilizando-se PCR índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Microbiology

versão impressa ISSN 1517-8382versão On-line ISSN 1678-4405

Resumo

CLAUS, Marlise Pompeo et al. Detecção do herpesvírus bovino 5 por isolamento viral e multiplex-PCR em SNC de bovinos com doença neurológica em rebanhos brasileiros. Braz. J. Microbiol. [online]. 2007, vol.38, n.3, pp.485-490. ISSN 1517-8382.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-83822007000300019.

O herpesvírus bovino 5 (BoHV-5) é um importante agente etiológico de meningoencefalite em bovinos jovens e adultos. A etiologia múltipla dos distúrbios neurológicos em bovinos torna o diagnóstico conclusivo do BoHV-5 importante tanto em termos de sanidade animal quanto de saúde pública, principalmente pela característica endêmica da raiva dos herbívoros nos rebanhos bovinos brasileiros. O objetivo desse estudo retrospectivo foi utilizar a reação em cadeia da polimerase (multiplex-PCR) para a detecção do gene da glicoproteína C do BoHV-5 e do BoHV-1 em fragmentos estocados de sistema nervoso central (SNC) de bovinos com sinais clínicos neurológicos. Foram avaliadas 47 amostras congeladas de fragmentos de SNC de bovinos jovens e adultos pertencentes a 31 rebanhos de três regiões geográficas brasileiras (Sul, Sudeste e Centro-oeste). Por meio do isolamento viral em cultivo celular foi possível o isolamento do BoHV em 18 (38,3%) amostras. Pela técnica de multiplex-PCR 30 (63,8%) amostras de SNC foram positivas para o BoHV-5. Todas as 18 amostras positivas no isolamento viral foram confirmadas como BoHV-5 pela multiplex-PCR, proporcionando um incremento na taxa de diagnóstico do BoHV-5 de 25,5% (12/47). Em nenhuma das amostras avaliadas foi possível a identificação do BoHV-1 pela multiplex-PCR. Esse estudo retrospectivo demonstrou a ampla distribuição da infecção pelo BoHV-5 nos rebanhos bovinos brasileiros uma vez que resultados positivos foram obtidos em amostras de SNC colhidas de bovinos com doença neurológica, provenientes dos estados do Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

Palavras-chave : bovino; meningoencefalite; herpesvírus bovino 5; multiplex-PCR.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons