SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.38 número3Isolamento e seleção de microrganismos resistentes ao d-LimonenoA função dos motivos léxicos na organização do 5S rRNAs de Actinomicetes índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Microbiology

versão impressa ISSN 1517-8382versão On-line ISSN 1678-4405

Resumo

SASTRE-AHUATZI, M. et al. Crescimento micelial de cepas de Pleurotus ostreatus em ágar e sua correlação com produtividade em cultivo em escala piloto. Braz. J. Microbiol. [online]. 2007, vol.38, n.3, pp.568-572. ISSN 1517-8382.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-83822007000300035.

Avaliou-se o crescimento radial, as atividades de proteases e lacases e o conteúdo protéico de cinco cepas de Pleurotus ostreatus cultivado em agar à base de amido e à base de glicose contendo diferentes concentrações de 2-deoxiglicose (2-DG), um análogo da glicose. A produtividade das cepas em cultivo em escala piloto foi também determinada. Em quatro cepas o conteúdo protéico do micélio foi aproximadamente 0,6 a 3 vezes maior quando foram cultivadas em meio à base de glicose contendo 0,01g/L de 2-DG. O crescimento radial e a atividade de lacases apresentaram correlação positiva e negativa, respectivamente, com a produtividade. Esses resultados sugerem que as cepas com elevada taxa de crescimento radial e baixa atividade de lacases em glicose sem 2-DG, ou em amido sem 2-DG, ou em glicose com 0,01 g/L de 2-DG, são altamente produtivas em cultivo em escala piloto.

Palavras-chave : Pleurotus ostreatus; 2-deoxiglicose; atividade de proteases; cultivo de cogumelo.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons