SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 número1Efeitos adjuvantes para células T citotóxicas de três flagelinas de Salmonella entericaOcorrência de espécies de Campylobacter em crianças malnutridas e bem nutridas índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Microbiology

versão impressa ISSN 1517-8382versão On-line ISSN 1678-4405

Resumo

MARTINS, Flaviano S. et al. Efeito da trealose na seleção de leveduras para uso como probióticos utilizando testes in vitro e in vivo. Braz. J. Microbiol. [online]. 2008, vol.39, n.1, pp.50-55. ISSN 1517-8382.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-83822008000100012.

Probióticos são definidos como microrganismos (bactérias e leveduras) que exercem um efeito benéfico na saúde do hospedeiro quando ingeridos em quantidades adequadas. A seleção desses agentes bioterapêuticos normalmente é feita por testes in vitro simulando o ambiente gastrointestinal que determina a capacidade de sobrevivência no trato digestivo. Neste trabalho, a possibilidade de extrapolação dos dados obtidos nos testes in vitro para as condições in vivo foi estudada utilizando cinco linhagens de Saccharomyces cerevisiae isoladas da floresta Atlântica brasileira. O conteúdo de trealose e a sobrevivência após a exposição a diversos estresses fisiológicos geralmente encontrados no trato gastrointestinal de humanos foram determinados para as cinco linhagens e os resultados comparados com a Saccharomyces boulardii, um probiótico conhecido. Esses resultados foram completados com a capacidade de colonização do trato gastrointestinal de camundongos gnotobióticos pelas leveduras. Pelos resultados obtidos, concluimos que os testes in vitro não são confirmados pelos ensaios in vivo, indicando que essa extrapolação não pode sempre ser feita.

Palavras-chave : Probiótico; Saccharomyces boulardii; Saccharomyces cerevisiae; estresse; trealose.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons