SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 número1Otimização da produção de bacteriocina por Lactobacillus plantarum AMA-K isolado de Amasi, um produto lácteo fermentado de Zimbabwe, e estudo da adsorção da bacteriocina AMA-K à Listeria innocua, Listeria monocytogenes e Listeria ivanovii subsp. ivanovii índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Microbiology

versão impressa ISSN 1517-8382versão On-line ISSN 1678-4405

Resumo

KREWER, Cristina da Costa et al. PCR multiplex para caracterização molecular de isolados de Rhodococcus equi provenientes de haras de uma região endêmica no Sul do Brasil. Braz. J. Microbiol. [online]. 2008, vol.39, n.1, pp.188-193. ISSN 1517-8382.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-83822008000100036.

Rhodococcus equi é um coco-bacilo gram positivo que causa pneumonia em potros. Trata-se de um patógeno oportunista amplamente detectado no ambiente e isolado de várias fontes, como solo, fezes e intestino de potros doentes e sadios. O presente estudo visa caracterizar a situação epidemiológica de criatórios eqüinos da região de Bagé, RS, Brasil, pela técnica de PCR multiplex. Cento e dezoito isolados de R. equi foram identificados por testes bioquímicos e, posteriormente, submetidos a um PCR multiplex para caracterização da espécie e da presença do gene vapA. Estes isolados eram provenientes de três haras com histórico da doença, dois haras onde não havia casos da doença e uma propriedade onde a infecção por R. equi é relatada frequentemente. Todos os isolados clínicos provenientes de haras onde a doença é endêmica e/ou esporádica foram vapA positivos. Nenhum isolado ambiental foi vapA positivo. Nos três haras onde a doença é esporádica, 11,54% dos isolados de fezes de eqüinos adultos foram positivos para o gene vapA. A técnica de PCR multiplex mostrou-se efetiva para caracterização epidemiológica e molecular dos criatórios equinos, estando de acordo com o histórico da propriedade. Um fato relevante demonstrado pela aplicação desta técnica foi a detecção de R. equi vapA positivo nas fezes de eqüinos adultos. Esta observação pode pressupor que haja outras vias de disseminação da bactéria dentro de uma propriedade.

Palavras-chave : Rhodococcus equi; PCR multiplex; broncopneumonia; epidemiologia.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons