SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 issue2Glycoconjugates and polysaccharides of fungal cell wall and activation of immune systemLectin-binding properties of Aeromonas caviae strains author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Brazilian Journal of Microbiology

Print version ISSN 1517-8382On-line version ISSN 1678-4405

Abstract

DIL-AFROZE et al. Diagnóstico da tuberculose do sistema nervoso central por MPB64-Target PCR. Braz. J. Microbiol. [online]. 2008, vol.39, n.2, pp.209-213. ISSN 1517-8382.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-83822008000200002.

A tuberculose do sistema nervoso central (CNS) é um problema clínico sério, cujo tratamento é dificultado pelo diagnóstico tardio. O diagnóstico laboratorial rápido é de importância vital considerando que o espectro da doença é amplo e as anormalidades do liquor são muito variáveis. Considerando que a hipersensibilidade tardia é a resposta imune fundamental, a carga bacteriana é muito baixa. Os métodos bacteriológicos convencionais raramente detectam Mycobacterium tuberculosis no liquor e são de uso limitado para diagnóstico da meningite tuberculosa (TBM). O presente estudo duplo-cego objetivou a análise molecular da tuberculose do CNS através de um PCR desenvolvido in-house direcionado para a amplificação de uma seqüência de nucleotídios de 240pb que codificam a proteína MPB64 especifica de Mycobacterium tuberculosis. Baseando-se em critérios clínicos, selecionou-se 47 pacientes com tuberculose do CNS e um grupo controle de 10 pacientes com lesões não-tuberculosas no CNS. As análises foram divididas em três grupos: um grupo de 27 pacientes com TBM, um segundo grupo com 20 pacientes com tuberculomas intracraniais e um terceiro grupo de 10 pacientes com lesões não-tuberculosas no CNS (controles). O PCR não forneceu nenhum resultado falso-positivo, com 100% de especificidade. Em todos os três grupos de estudo, os resultados das análises de rotina do liquor por histologia, química e baciloscopia e também cultura foram negativos em todos os casos. No primeiro grupo de pacientes com TBM, PCR foi positivo em 21/27 pacientes (sensibilidade de 77,7%). No segundo grupo de pacientes com tuberculomas intracraniais, 6/20 foram positivos (sensibilidade de 30%). Nenhum dos pacientes do grupo controle foi positivo (100% de especificidade). Dessa forma, o PCR mostrou-se mais sensível que os métodos convencionais no diagnóstico de casos suspeitos de meningite tuberculosa.

Keywords : tuberculose do sistema nervoso central; meningite tuberculosa; tuberculomas intracraniais; PCR; Mycobacterium tuberculosis.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License