SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 issue2Occurrence of yeasts, enterococci and other enteric bacteria in subgingival biofilm of HIV-positive patients with chronic gingivitis and necrotizing periodontitisIdentification of non-tuberculous mycobacteria from the Central Public Health Laboratory from Mato Grosso do Sul and analysis of clinical relevance author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Brazilian Journal of Microbiology

Print version ISSN 1517-8382On-line version ISSN 1678-4405

Abstract

MARCONI, Camila et al. Comparação entre culturas qualitativa e semiquantitativa de ponta de cateter: diagnóstico laboratorial de infecção relacionada a cateter em recém-nascidos. Braz. J. Microbiol. [online]. 2008, vol.39, n.2, pp.262-267. ISSN 1517-8382.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-83822008000200012.

Este estudo prospectivo avaliou os métodos semiquantitativo e qualitativo de cultura de cateter para o diagnóstico de infecção relacionada a cateter (IRC) em recém-nascidos (RN). Foram incluídas pontas de cateteres provenientes de recém-nascidos internados na Unidade Neonatal do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu, UNESP. Foram utilizadas as técnicas semiquantitativa e qualitativa de cultura de cateter. Para o diagnóstico de IRC, os microrganismos isolados das culturas de cateteres e de hemoculturas periféricas foram identificados e submetidos ao teste de sensibilidade a antimicrobianos. O padrão ouro correspondeu ao diagnóstico de certeza de IRC, com o isolamento do mesmo microrganismo (espécie e perfil de sensibilidade a antimicrobianos) isolado em hemocultura periférica. Foram estudados 85 cateteres provenientes de 63 RN. A cultura semiquantitativa, embora tenha apresentado menor sensibilidade (90%), apresentou uma maior especificidade (71%) em comparação à sensibilidade de 100% e especificidade de 60% encontradas na cultura qualitativa. Através da identificação dos microrganismos obtidos nas culturas de cateteres, observou-se uma predominância de espécies de Estafilococos coagulase-negativa (ECN). A espécie Staphylococcus epidermidis foi a prevalente (77,5%) nos cateteres com culturas semiquantitativas positivas. Dos 11 episódios de IRC diagnosticados, 8 (72,7%) foram associados a espécies de ECN, dos quais 6 eram da espécie S. epidermidis. Também foram detectados dois casos de IRC por S. aureus e um caso por Candida parapsilosis. O método de cultura semiquantitativo cateter apresentou vantagens para o diagnóstico de IRC em RN quando comparado com o método qualitativo tradicional.

Keywords : Infecção relacionada a cateter; cultura de cateter; cultura semiquantitativa; recém-nascidos; Estafilococos coagulase-negativa.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License