SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 issue4Efficacy of terbinafine and itraconazole on a experimental model of systemic sporotrichosisVirulence factors and antimicrobial resistance of escherichia coli isolated from urinary tract of swine in southern of Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Brazilian Journal of Microbiology

Print version ISSN 1517-8382

Abstract

KUANA, Suzete Lora et al. Resistência antimicrobiana em Campylobacter spp isoladas de frangos de corte. Braz. J. Microbiol. [online]. 2008, vol.39, n.4, pp. 738-740. ISSN 1517-8382.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-83822008000400026.

O objetivo deste estudo foi verificar a susceptibilidade antimicrobiana de 62 amostras de Campylobacter spp. em amostras isoladas de 22 lotes de frango de corte, pelo método de difusão em Agar. As amostras de Campylobacter spp foram isoladas de frangos com idade entre 3 e 5 semanas, isoladas a partir de swabs cloacais, fezes e descarga cecal obtidos nas granjas e de rinsagem de carcaças no abatedouro. Das 62 amostras avaliadas, 27 foram testadas em ágar MH e 35 no ágar MH com TTC. O perfil de susceptibilidade antimicrobiana apresentou 62,5% de resistência para, no mínimo, uma droga, sobretudo para enrofloxacina (71%), neomicina (50%), lincomicina (50%), tetraciclina (43%), penicilina (42%), ceftiofur (33%) amoxicilina (27%), espiramicina (20%), ampicilina (18%) e norfloxacina (14%), enquanto uma percentagem menor foi observada frente eritromicina (10%) e doxiciclina (10%). Todas as amostras foram sensíveis a gentamicina e linco-espectinomicina e 80% à colistina. Pelo exposto, faz-se necessária a redução do uso dos antimicrobianos na medicina veterinária e em humanos.

Keywords : resistência antimicrobiana; frangos de corte.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English