SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.5 issue3Sports preventing osteoporosis: bone mass in postmenopausal women who played volleyballPhysical activity and HIV infection: a critical review author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Medicina do Esporte

Print version ISSN 1517-8692

Abstract

SILVA, Paulo Roberto Santos et al. Índices de aptidão funcional em jogadores de futebol da Seleção Nacional da Jamaica. Rev Bras Med Esporte [online]. 1999, vol.5, n.3, pp. 93-98. ISSN 1517-8692.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-86921999000300007.

O principal objetivo deste estudo foi mostrar alguns índices de aptidão funcional em 24 jogadores de futebol da Seleção Nacional da Jamaica, com média de idade de 23,9 ± 3,7 anos, equipe pré-classificada para a Copa do Mundo da França. Todos os atletas foram submetidos a uma bateria de testes que constou de: 1) avaliação da potência, resistência muscular e o índice de fadiga no teste de Wingate, realizado numa bicicleta computadorizada da marca Cybex, modelo Bike; 2) teste isocinético computadorizado de membros inferiores no equipamento da marca Cybex, modelo 1200; 3) avaliação da flexibilidade pelo teste de Wells e Dillon; 4) exames laboratoriais; e 5) avaliação odontológica, realizada através de exames clínicos num consultório da marca Funk modelo MLX Plus. Os seguintes parâmetros e os resultados encontrados foram: Wingate: potência pico corrigida pelo peso = 11,8 ± 1,8w.kg-1; potência média = 9,1 ± 1,2w.kg-1; índice de fadiga = 46,2 ± 15,2%; Flexibilidade = 19,8 ± 4,6cm; Exames laboratoriais: urina tipo I; fezes; hemoglobina = 14,3 ± 1,0g%; ferro = 104 ± 29ng/dl; ferritina = 81,8 ± 41,7ng/dl; transferrina = 502,5 ± 113,5ug/dl; hematócrito = 43,5 ± 2,9%; eritrócitos = 4,95 ± 0,40 milhões/m3; glicose = 91,0 ± 8,5mg/dl; Avaliação odontológica: tártaro em 5 (21%); cáries em 24 (100%); gengivites em 10 (42%); endodontia em 3 (12,5%); pulpites em 1 (4%); diastema em 2 (8%); heterotópicos em 13 (54%); extrações realizadas em 14 (58%); extrações não realizadas em 4 (17%); obturações em 4 (17%); próteses em 16 (67%); a profilaxia estava sendo feita em 17 (71%) dos atletas examinados; Desempenho isocinético: torque de MMII direito a 60°S-1 na extensão = 290,4 ± 95,6Nm; na flexão = 216,1 ± 31,4Nm; torque de MMII esquerdo a 60°S-1 na extensão = 291,6 ± 62,5Nm; na flexão = 205,8 ± 35,8Nm. CONCLUSÃO: Apesar da falta de estrutura tecnológica do futebol jamaicano, os resultados demonstraram que os índices de aptidão funcional dos futebolistas avaliados neste estudo foram semelhantes aos de jogadores verificados no Centro de Medicina Integrada da Associação Portuguesa de Desportos.

Keywords : Jogadores de futebol; Seleção da Jamaica; Flexibilidade; Teste Wingate; Avaliação isocinética; Medicina Esportiva.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese