SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.5 issue5Comparative study of methods to predict the maximal oxygen uptake and anaerobic threshold in athletesSitting-rising test: introduction of a new procedure for evaluation in Exercise and Sports Medicine author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Medicina do Esporte

Print version ISSN 1517-8692

Abstract

REBELLO, Luciana Collet Winther et al. A importância da avaliação nutricional no controle da dieta de uma equipe de jogadores de futebol juniores. Rev Bras Med Esporte [online]. 1999, vol.5, n.5, pp.173-178. ISSN 1517-8692.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-86921999000500003.

O objetivo deste estudo foi verificar por meio de questionário alimentar (recordatório de 24 horas) a adequação da ingestão calórica diária de macronutrientes em 19 jogadores de futebol juniores, com média de idade de 18,6 ± 1,1 anos (16-20). Todos os atletas eram pertencentes ao Departamento de Futebol Amador da Associação Portuguesa de Desportos de São Paulo. Os futebolistas foram submetidos a inquérito alimentar por meio de entrevista individualizada. O peso ideal dos atletas foi calculado por meio da média do índice de massa corpórea (IMC) = 22,5kg.m2 multiplicado pela estatura em metros ao quadrado. A partir do resultado foi calculada a taxa metabólica basal utilizando-se a tabela da FAO/OMS/ONU. A seguir, por anamnese, realizada junto ao setor de preparação atlética, quantificou-se o volume de atividade física, que possibilitou determinar o valor calórico mínimo, médio e máximo adequado aos atletas. Além disso, todos os futebolistas foram submetidos a exames laboratoriais. Os seguintes resultados e parâmetros foram verificados: o cálculo das necessidades calóricas diária de acordo com o volume de treinamento foi: mínimo = 3.298 ± 177kcal.dia-1; médio = 3.689 ± 207kcal.dia-1 e máximo = 3.991 ± 225kcal.dia-1. O consumo calórico médio dos jogadores era de 2.584 ± 421kcal.dia-1. Quando se comparou o resultado da ingestão média consumida pelos atletas com os valores mínimo, médio e máximo necessários, a deficiência calórica percentual apresentada, de 22%, 30% e 35%, respectivamente, foi altamente significante (p < 0,05). Os exames laboratoriais mostraram, em um atleta, anemia estabelecida, com Hb de 11,1g% e hematócrito de 35%. O resultado deste estudo permite concluir que não somente a educação nutricional visando corrigir desordens de comportamento alimentares, como também um controle rigoroso das necessidades calóricas, constituem procedimentos de importância fundamental para uma dieta adequada em jogadores de futebol.

Keywords : Nutrição esportiva; Atividade física; Jogadores de futebol; Medicina Esportiva.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License