SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.10 issue5Effect of physical activity associated with nutritional orientation for obese adolescents: comparison between aerobic and anaerobic exercise author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Medicina do Esporte

Print version ISSN 1517-8692On-line version ISSN 1806-9940

Abstract

LIMA, Elessandro Váguino de; TORTOZA, Charli; ROSA, Luiz Carlos Laureano da  and  LOPES-MARTINS, Rodrigo Alvaro Brandão. Estudo da correlação entre a velocidade de reação motora e o lactato sanguíneo, em diferentes tempos de luta no judô. Rev Bras Med Esporte [online]. 2004, vol.10, n.5, pp.339-343. ISSN 1517-8692.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-86922004000500001.

A velocidade de reação motora humana ou tempo de reação (TR) é uma capacidade física importante para judocas, sendo observada na reação aos ataques ou pegadas do adversário, a fim de realizar um contragolpe ou uma esquiva. Durante uma luta de alta intensidade, há um aumento considerável na concentração de lactato sanguíneo (LS), relacionado à fadiga muscular, podendo interferir na capacidade de reação do atleta. Fisiologicamente, a fadiga pode ocorrer em diferentes níveis, desde a percepção do sinal externo, até a contração muscular. O objetivo deste trabalho foi de verificar a influência das concentração do LS, após estímulo de luta (Randori) de 1min e 30s, 3min e 5min, no TR em atletas de judô de alto nível. Foram analisados 11 indivíduos masculinos, competidores, saudáveis, com idade média de 23,4 anos ± 2 anos. Para o registro do TR simples foi utilizado o sistema Cybex Reactor. Para os registros do LS foi utilizado um lactímetro Accusport®, com fitas Boehringer Mannheim®. A análise da variância (Kruskal-Wallis) mostrou diferença significativa entre o LS antes e após a luta (p < 0,05) e na comparação do número de erros (NE) em repouso, imediatamente após as lutas e após 3min do final (p < 0,05), demonstrando a correlação significativa entre estas variáveis (p < 0,05; r = 0,9341). Entretanto, não houve diferença significativa entre os registros de TR pré e pós-lutas (p > 0,05). Conclui-se que a concentração de LS não influencia a capacidade dos atletas de reagir rapidamente ao estímulo visual, mas faz com que haja uma diminuição na eficiência na tarefa de TR, provavelmente devido a diminuição na capacidade de concentração dos atletas de judô após condição fatigante de luta.

Keywords : Ácido láctico; Fadiga muscular; Tempo de reação simples.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · English ( pdf epdf ) | Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License