SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 issue4Anthropometric and muscle strength evaluation in prepubescent and pubescent swimmer boys and girlsComparison between direct and indirect protocols of aerobic fitness evaluation in physically active individuals author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Medicina do Esporte

Print version ISSN 1517-8692

Abstract

MASCARENHAS, Luís Paulo Gomes et al. Relação entre diferentes índices de atividade física e preditores de adiposidade em adolescentes de ambos os sexos. Rev Bras Med Esporte [online]. 2005, vol.11, n.4, pp. 214-218. ISSN 1517-8692.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-86922005000400002.

OBJETIVO: Determinar a relação entre diferentes índices de atividade física e preditores de adiposidade em adolescentes de ambos os sexos. MÉTODOS: Foram avaliadas 111 crianças (57 meninos e 54 meninas), com idade média de 11,62 ± 0,72. Como preditores de adiposidade foram determinados o IMC, percentagem de gordura corporal e a relação cintura/quadril (RCQ). Quanto aos indicadores de atividade física, calcularam-se o gasto energético total (GET), nível de atividade física habitual (NAFH), nível de atividade física (NAF) e gasto energético com atividade física (GEat) através do questionário de Bouchard e, para a taxa metabólica basal (TMB), a equação de Schofield-HW. RESULTADOS: A amostra apresentou diferenças significativas entre os sexos para idade, % de gordura corporal, RCQ, NAFH, NAF, TMB com p < 0,05. Para os meninos o GET, NAF, TMB e GEat apresentaram correlação significativa com o IMC (r = 0,86; r = 0,70; r = 0,91; r = 0,78) e % de gordura (r = 0,78; r = 0,61; r = 0,90; r = 0,70) com p < 0,01, respectivamente, e o GET, TMB, GEat apresentaram correlação significativa com o RCQ (r = 0,28; r = 0,45 e r = 0,28) com p < 0,05. Para as meninas o GET, NAF, TMB, GEat apresentaram valores significativos com o IMC (r = 0,86; r = 0,82; r = 0,78; r = 0,85); em % de gordura todos os indicadores GET, NAFH, NAF, TMB e GEat foram significativos (r = 0,73; r = -0,29; r = 0,66; r = 0,74; r = 0,70) com p < 0,05. CONCLUSÃO: Os diferentes indicadores de nível de atividade física apresentaram significativa correlação com os preditores de adiposidade com exceção do RCQ para as meninas. O aumento da massa corporal demonstrou relação significância com o aumento do dispêndio energético em função da maior necessidade de energia para movimentar o corpo.

Keywords : Gasto energético; Atividade física; Adiposidade; Adolescência.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese