SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 issue5Body composition evaluation in obese adolescents: the use of two different methodsUse of ankle bracing for volleyball activities author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Medicina do Esporte

Print version ISSN 1517-8692

Abstract

D'ALESSANDRO, Rogério Leão et al. Análise da associação entre a dinamometria isocinética da articulação do joelho e o salto horizontal unipodal, hop test, em atletas de voleibol. Rev Bras Med Esporte [online]. 2005, vol.11, n.5, pp. 271-275. ISSN 1517-8692.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-86922005000500005.

INTRODUÇÃO: O dinamômetro isocinético tem sido largamente utilizado na avaliação da performance muscular. Devido a seu alto custo, a sua utilização torna-se inviável na prática clínica. O hop test é um teste para avaliação da força e da confiança nos membros inferiores (MMII) que pode ser utilizado na clínica com pequeno gasto de tempo e mínima demanda financeira. O objetivo deste estudo foi verificar se existe associação entre o hop test e dados da função muscular fornecidos pela avaliação do joelho no dinamômetro isocinético em atletas profissionais. MATERIAIS E MÉTODOS: Trinta atletas de voleibol (oito mulheres e 22 homens) foram avaliados no dinamômetro isocinético nas velocidades de 60º/s e 300º/s e no hop test a distância. RESULTADOS: Foi observada somente uma correlação baixa entre déficit de pico de torque (r = 0,441) e de trabalho (r = 0,610) a 60º/s com o déficit da distância saltada entre MMII. Foi observada baixa associação entre a performance muscular e a distância saltada no hop test exceto no membro inferior direito de mulheres. CONCLUSÃO: Este estudo mostrou que o hop test não pode ser usado para substituir a dinamometria isocinética na avaliação da função muscular.

Keywords : Hop test; Isocinético; Esportes.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese