SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 issue1Comparison between anaerobic threshold determined by ventilatory variables and blood lactate response in cyclistsCorrelation between the protein and carbohydrate supplement and anthropometric and strength variables in individuals submitted to a resistance training program author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Medicina do Esporte

Print version ISSN 1517-8692On-line version ISSN 1806-9940

Abstract

FETT, Carlos Alexandre; FETT, Waléria Christiane Rezende; OYAMA, Sandra Regina  and  MARCHINI, Julio Sérgio. Composição corporal e somatótipo de mulheres com sobrepeso e obesas pré e pós-treinamento em circuito ou caminhada. Rev Bras Med Esporte [online]. 2006, vol.12, n.1, pp.45-50. ISSN 1806-9940.  https://doi.org/10.1590/S1517-86922006000100009.

PROPÓSITOS: Comparar diferentes métodos de avaliação da composição corporal em mulheres com sobrepeso e obesas sedentárias submetidas a dois meses de treinamento em circuito (CIRC), ou caminhada (CAM) e associar o desempenho físico à 'muscularidade', calculada por esses métodos. MÉTODOS: Grupos: CIRC, n = 14, índice de massa corporal (IMC, kg/m2) = 32 ± 8 (média ± DP); idade = 34 ± 10 (anos); e CAM, n = 12, IMC = 30 ± 3; idade = 38 ± 11. Treinamento: 60min x 3d/semana no primeiro mês e 60min x 4d/semana no segundo. Avaliação da composição corporal: antropometria(1,2), bioimpedância(3) e somatotipia(4). Testes de uma repetição máxima (1-RM) para supino reto, leg press e remada baixa sentada. RESULTADOS: A massa, o IMC, a percentagem da gordura corporal pela antropometria e bioimpedância e a endomorfia foram reduzidas significativamente nos dois grupos. A mesomorfia diminuiu e a ectomorfia aumentou no CAM. As massas magra da bioimpedância e muscular não mudaram em ambos os grupos. A circunferência muscular do braço (CMB) aumentou significativamente no CIRC. O resultado da percentagem de gordura da bioimpedância e o da antropometria foram iguais e significativamente correlacionados. A endomorfia foi significativamente correlacionada com o percentual de gordura da antropometria e a mesomorfia com a da massa magra da antropometria. A ectomorfia não se correlacionou com a massa magra da antropometria. CONCLUSÃO: A somatotipia teve bom resultado para avaliar as modificações fenotípicas dessas mulheres. Todavia, a endomorfia apresentou melhor concordância e a ectomorfia, a pior, comparada com outros métodos. Os resultados do somatótipo sugerem que o CIRC obteve melhor resultado. A bioimpedância e a antropometria produzem resultados similares para avaliar a composição corporal.

Keywords : Endomorfia; Mesomorfia; Ectomorfia; Bioimpedância; 1-RM.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · English ( pdf ) | Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License