SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 issue2Characterization of the blood lactate curve and applicability of the Dmax model in a progressive protocol on treadmillRegular physical exercises decrease the oxidant pulmonary stress in rats after acute exposure to mineral coal author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Medicina do Esporte

Print version ISSN 1517-8692

Abstract

SANTHIAGO, Vanessa; SILVA, Adelino Sanchez Ramos da; GOBATTO, Claudio Alexandre  and  MELLO, Maria Alice Rostom de. Treinamento físico durante a recuperação nutricional não afeta o metabolismo muscular da glicose de ratos. Rev Bras Med Esporte [online]. 2006, vol.12, n.2, pp. 76-80. ISSN 1517-8692.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-86922006000200004.

O presente estudo visou avaliar a ingestão alimentar, ganho de peso e metabolismo muscular da glicose em ratos submetidos ao treinamento aeróbio durante recuperação de desnutrição protéica. Para isso, 60 ratos da linhagem Wistar, machos, foram separados nos grupos normoprotéico (NP) e hipoprotéico (HP), de acordo com a dieta NP (17% de proteína) ou HP (6% de proteína), respectivamente, recebida do desmame (21 dias) aos 90 dias de idade. Todos os animais passaram então, a receber a dieta NP e foram submetidos (treinado TRE) ou não (sedentário - SED) ao treinamento físico, que consistiu de corrida em esteira rolante, 25m/min, 50 minutos ao dia, cinco dias na semana, durante 30 dias, compondo os grupos NP-SED, NP-TRE, HP/NP-SED e HP/NP-TRE. Foi avaliado o metabolismo da glicose em fatias de músculo sóleo incubado em presença de insulina (100mU/L) e glicose (5,5mM, contendo [C14] glicose e [H3] 2-deoxiglicose). A ingestão alimentar diária (g/100g de peso corporal) do grupo HP/NP-TRE (24,39 ± 4,07) foi maior do que o grupo HP/NP-SED (21,62 ± 4,69). O ganho de peso (g) foi semelhante nos grupos HP/NP-TRE (203,80 ± 34,03) e HP/NP-SED (214,43 ± 30,54). Não houve diferença entre estes dois grupos quanto aos parâmetros: captação de glicose, oxidação de glicose e síntese de glicogênio pelo músculo sóleo. Desse modo, pudemos concluir que o treinamento aeróbio não teve impacto sobre a recuperação nutricional, visto que não houve diferenças metabólicas ou somáticas entre animais recuperados em presença ou ausência do treinamento.

Keywords : Treinamento; Desnutrição protéica; Recuperação nutricional.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese