SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 issue2Physical training during nutritional recovery does not affect the muscular glucose metabolism in ratsEffects of the exercise-induced muscular fatigue on the time of muscular reaction of the fibularis in healthy individuals author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Medicina do Esporte

Print version ISSN 1517-8692

Abstract

PINHO, Ricardo A. et al. Exercício físico regular diminui o estresse oxidativo pulmonar em ratos após exposição aguda ao carvão mineral. Rev Bras Med Esporte [online]. 2006, vol.12, n.2, pp. 81-84. ISSN 1517-8692.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-86922006000200005.

Estudos têm apontado o exercício físico regular de baixa a moderada intensidade como um importante agente no combate ao estresse oxidativo. O objetivo deste estudo foi investigar o efeito do exercício físico regular na resposta oxidativa pulmonar após a inalação de pó de carvão mineral. Vinte e quatro ratos Wistar machos (200-250g) foram divididos aleatoriamente em dois grupos com respectivos controles (treinado, n = 6 e não-treinado, n = 6). Os animais receberam, por instilação traqueal, pó de carvão mineral (3mg/0,5ml salina, três dias/semana, durante três semanas) ou 0,5ml de solução salina 0,9%. Quarenta e oito horas após a última instilação, o grupo treinado foi submetido a um programa de exercício progressivo em esteira durante 12 semanas (até 17m.min-1, 50min.dia-1, 10% de inclinação). Quarenta e oito horas após a última sessão de treinamento, todos os animais foram mortos por decapitação e os pulmões e sóleo foram cirurgicamente removidos para posterior análise bioquímica. A atividade da citrato-sintase foi determinada no músculo sóleo e os danos em lipídios e proteínas foram avaliados nos pulmões pela concentração de TBARS e pela determinação de grupos carbonil, respectivamente. Os resultados mostram que a prática regular de exercício físico reduz significativamente os níveis presentes de TBARS em ratos treinados e diminui os níveis de oxidação em proteínas em ambos os grupos quando comparados com os respectivos controles. Os resultados nos levam a sugerir que o exercício físico regular em esteira é um agente capaz de amenizar os danos oxidativos pulmonares induzidos pela inalação de partículas de carvão mineral.

Keywords : Treinamento físico; Dano oxidativo; Pulmão; Radicais livres.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese