SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 issue2Physical training during nutritional recovery does not affect the muscular glucose metabolism in ratsEffects of the exercise-induced muscular fatigue on the time of muscular reaction of the fibularis in healthy individuals author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Medicina do Esporte

On-line version ISSN 1806-9940

Abstract

PINHO, Ricardo A. et al. Exercício físico regular diminui o estresse oxidativo pulmonar em ratos após exposição aguda ao carvão mineral. Rev Bras Med Esporte [online]. 2006, vol.12, n.2, pp. 81-84. ISSN 1806-9940.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-86922006000200005.

Estudos têm apontado o exercício físico regular de baixa a moderada intensidade como um importante agente no combate ao estresse oxidativo. O objetivo deste estudo foi investigar o efeito do exercício físico regular na resposta oxidativa pulmonar após a inalação de pó de carvão mineral. Vinte e quatro ratos Wistar machos (200-250g) foram divididos aleatoriamente em dois grupos com respectivos controles (treinado, n = 6 e não-treinado, n = 6). Os animais receberam, por instilação traqueal, pó de carvão mineral (3mg/0,5ml salina, três dias/semana, durante três semanas) ou 0,5ml de solução salina 0,9%. Quarenta e oito horas após a última instilação, o grupo treinado foi submetido a um programa de exercício progressivo em esteira durante 12 semanas (até 17m.min-1, 50min.dia-1, 10% de inclinação). Quarenta e oito horas após a última sessão de treinamento, todos os animais foram mortos por decapitação e os pulmões e sóleo foram cirurgicamente removidos para posterior análise bioquímica. A atividade da citrato-sintase foi determinada no músculo sóleo e os danos em lipídios e proteínas foram avaliados nos pulmões pela concentração de TBARS e pela determinação de grupos carbonil, respectivamente. Os resultados mostram que a prática regular de exercício físico reduz significativamente os níveis presentes de TBARS em ratos treinados e diminui os níveis de oxidação em proteínas em ambos os grupos quando comparados com os respectivos controles. Os resultados nos levam a sugerir que o exercício físico regular em esteira é um agente capaz de amenizar os danos oxidativos pulmonares induzidos pela inalação de partículas de carvão mineral.

Keywords : Treinamento físico; Dano oxidativo; Pulmão; Radicais livres.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · English ( pdf epdf ) | Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License