SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 issue3The influence of the menstrual cycle on the flexibility in practitioners of gymnastics at fitness centersPostural balance in rowing athletes author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Medicina do Esporte

Print version ISSN 1517-8692

Abstract

SOUZA, Juvenilson de; GOMES, Antônio Carlos; LEME, Lucas  and  SILVA, Sergio Gregorio da. Alterações em variáveis motoras e metabólicas induzidas pelo treinamento durante um macrociclo em jogadores de handebol . Rev Bras Med Esporte [online]. 2006, vol.12, n.3, pp. 129-134. ISSN 1517-8692.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-86922006000300004.

A monitoração do treinamento é uma prática comum no desporto. Essa monitoração deve ser baseada em testes específicos e que reflitam as adaptações às diversas etapas de treinamento, permitindo, assim, ajustes no programa deste. Assim, este estudo teve como objetivo analisar as alterações em variáveis motoras e metabólicas induzidas pelo treinamento durante um macrociclo em jogadores de handebol. Os atletas foram submetidos a um programa de preparação fundamentado no modelo de periodização proposto por Verkhoshanski(7) e adaptado por Oliveira(8). Foram estudados 11 jogadores de handebol, que realizaram treinamentos diários, na faixa etária de 20 a 32 anos, massa corporal média de 89,5 ± 10,4kg (70,2 a 105,1kg), e estatura média de 184,4 ± 6,7cm (171,8 a 198cm), filiados à equipe "UniFil/Londrina" do município de Londrina - PR. Os handebolistas foram submetidos a duas baterias de testes: a primeira no início do segundo macrociclo de treinamento e a segunda após 16 semanas, antecedendo o início da liga nacional. Para análise dos dados foi utilizado teste t para medidas repetidas com p < 0,05. Os resultados demonstram que ocorreram importantes adaptações, por meio de aumentos da força rápida de 7,8%, da força explosiva de 8,1% e da agilidade de 6,4% (p < 0,05). Além disso, a estrutura do programa de preparação proposta também permitiu que ocorressem adaptações metabólicas, inferidas pelos aumentos da potência anaeróbia de 30,5 e 37,5% (p < 0,05) para a distância percorrida e para o tempo de permanência no teste de Yo-yo, respectivamente. Também houve aumento na potência aeróbia inferida pelo VO2máx de 8,1% (p < 0,05). Sugere-se, portanto, que o programa de treinamento utilizado, fundamentado no modelo de cargas concentradas, possibilitou evolução positiva das capacidades motoras, as quais foram observadas pela manifestação do efeito posterior duradouro do treinamento (EPDT).

Keywords : Desempenho físico; Programa de treinamento; Desporto.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese