SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 issue6The acute effects of varied resistance training methods on blood lactate and loading characteristics in recreationally trained menPost-exercise hypotension in hypertensive individuals submitted to aerobic exercises of alternated intensities and constant intensity-exercise author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Medicina do Esporte

Print version ISSN 1517-8692

Abstract

MACHADO, Fabiana Andrade; GUGLIELMO, Luiz Guilherme Antonacci; GRECO, Camila Coelho  and  DENADAI, Benedito Sérgio. Componente lento do VO2 em crianças durante exercício pesado de corrida: análise com base em diferentes modelos matemáticos. Rev Bras Med Esporte [online]. 2006, vol.12, n.6, pp. 308-312. ISSN 1517-8692.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-86922006000600002.

O objetivo deste estudo foi verificar e quantificar a magnitude do componente lento do consumo de oxigênio (CL) em crianças submetidas a exercícios de corrida em esteira rolante, com cargas constantes de intensidade acima do limiar de lactato (75%D), utilizando para isso dois modelos de análise: a) modelo matemático com três termos exponenciais; e b) modelo DVO2 6-3min. Participaram do estudo oito crianças do sexo masculino (11,92 ± 0,63 anos; 44,06 ± 13,01kg; 146,63 ± 7,25cm; e níveis de maturação sexual 1 e 2), aparentemente saudáveis, não treinadas, que realizaram em diferentes dias: 1) teste incremental na esteira rolante para a determinação do consumo de oxigênio de pico (VO2pico) e do limiar de lactato (LL); e 2) dois testes de carga constante em esteira rolante durante seis minutos na intensidade de 75%D [75%D = LL + 0,75 x (VO2pico - LL)]. Para determinação do CL utilizaram-se: a) modelo matemático de três termos (Exp3); e b) a diferença no VO2 entre o sexto e o terceiro minuto de exercício (DVO2 6-3min). O CL foi expresso em valores absolutos (ml/min) e também como a contribuição percentual do CL para o aumento do VO2 no final do exercício (%CL). O CL determinado pelo modelo Exp3 (129,69 ± 75,71ml/min e 8,4 ± 2,92%) foi significantemente maior do que o obtido pelo modelo DVO2 6-3min (68,69 ± 102,54ml/min e 3,6 ± 7,34%). Portanto, os valores de CL obtidos em crianças durante o exercício de corrida realizado no domínio pesado (75%D) são dependentes do modelo de análise (Exp3 x DVO2 6-3min).

Keywords : Corrida; Componente lento; Exercício pesado; Crianças.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese