SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 issue6Omega 3 fatty acids-supplementation to competition athletes: impact on the biochemical indicators related to the lipid metabolismTask-specific performance decline in aging author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Medicina do Esporte

Print version ISSN 1517-8692

Abstract

CABRAL, Carlos Augusto Costa; ROSADO, Gilberto Paixão; SILVA, Carlos Henrique Osório  and  MARINS, João Carlos Bouzas. Diagnóstico do estado nutricional dos atletas da Equipe Olímpica Permanente de Levantamento de Peso do Comitê Olímpico Brasileiro (COB). Rev Bras Med Esporte [online]. 2006, vol.12, n.6, pp. 345-350. ISSN 1517-8692.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-86922006000600009.

Objetivou-se neste estudo diagnosticar o estado nutricional da Equipe Olímpica Permanente de Levantamento de Peso do Comitê Olímpico Brasileiro (COB). A amostra foi composta por 24 atletas, na faixa etária entre 16 e 23 anos, sendo 12 do sexo masculino (19,7 ± 2,4 anos) e 12 do feminino (19,2 ± 1,8 ano). Realizou-se o seguinte procedimento para o diagnóstico do estado nutricional: análise da adequação da ingestão de energia e dos macronutrientes - carboidratos (CHO), lipídios (LIP) e proteínas (PRO) -, por meio dos métodos Recordatório de 24 horas e Questionário de Freqüência de Consumo Alimentar, além da caracterização do perfil antropométrico. Os resultados da avaliação dietética indicaram que a distribuição energética entre os macronutrientes encontra-se adequada sendo de 54 ± 6,8% (CHO); 28,5 ± 5,9% (LIP); e 14,5 ± 3,4% (PRO) para os homens e 56,3 ± 4,7% (CHO); 28,6 ± 4,6% (LIP); e 13,7 ± 2,4% (PRO) para a equipe feminina. Entretanto, quanto ao consumo energético total, 83% dos atletas estavam com ingestão energética abaixo dos valores recomendados, considerando o alto nível de atividade física, promovendo deficiência calórica diária. O percentual de gordura corporal dos atletas do sexo masculino (3,6 ± 0,7%) indicou que todos estavam abaixo do padrão de referência, enquanto 58% dos esportistas do sexo feminino apresentavam excesso de gordura (17,9 ± 5,8%). Tem-se, como conclusão, que, apesar de os desportistas avaliados terem realizado distribuição energética adequada entre os macronutrientes, esta ainda não foi suficiente para suprir as exigências energéticas da modalidade, necessitando assim de orientação nutricional.

Keywords : Nutrição esportiva; Atletas; Levantamento de peso; Composição corporal.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese