SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 número1Análisis de la frecuencia media de la señal eletromiográfica de individuos con lesión del ligamento cruzado anterior en ejercicios isométricos de cadena cinética abierta cerradaReproducibilidad y validez del Cuestionario Internacional de Actividad Física (IPAQ) en hombres ancianos índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Revista Brasileira de Medicina do Esporte

versión impresa ISSN 1517-8692versión On-line ISSN 1806-9940

Resumen

SABBAG, Livia Maria dos Santos et al. Efeitos do condicionamento físico sobre pacientes com fibromialgia. Rev Bras Med Esporte [online]. 2007, vol.13, n.1, pp.6-10. ISSN 1517-8692.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-86922007000100003.

INTRODUÇÃO: Fibromialgia é uma síndrome crônica, caracterizada por dor músculo-esquelética generalizada. A possibilidade de atenuação dos sintomas com a atividade física abriu novas perspectivas para o tratamento desta doença. OBJETIVO: Avaliar o efeito de um programa de condicionamento físico sobre a capacidade funcional, dor e qualidade de vida de pacientes com fibromialgia. MÉTODOS: Adotado o desenho de coorte para avaliar 18 mulheres, média de 46,4 ± 5,8 anos de idade, com a síndrome em média de 10,6 ± 5,7 anos, submetidas a um ano de condicionamento físico supervisionado, predominantemente aeróbio. No início do estudo e trimestralmente foram realizados: teste de esforço cardiopulmonar para determinação da capacidade funcional; avaliação da intensidade de dor empregando a escala analógica visual; contagem dos pontos dolorosos e determinação do limiar de dor à pressão com o uso do algômetro de pressão; aplicação do questionário de qualidade de vida Medical Outcomes Study 36-Item Short-Form Health Survey (SF-36) traduzido e adaptado para a população brasileira. RESULTADOS: A capacidade funcional melhorou a partir do terceiro mês (p < 0,05), o limiar de dor aumentou a partir do sexto mês (p < 0,05), houve diminuição da dor pós-esforço (p < 0,05) e do número de pontos sensíveis (p < 0,05) no nono mês. A intensidade de dor diminuiu no 12º mês (p < 0,05). Com exceção do item "estado geral de saúde" (p > 0,05), os demais domínios do questionário de qualidade de vida melhoraram em diferentes períodos do estudo (p < 0,05). CONCLUSÃO: As pacientes com fibromialgia submetidas ao programa de condicionamento físico supervisionado apresentaram melhora da capacidade funcional, da dor e da qualidade de vida.

Palabras clave : Dor músculo-esquelética; Exercícios físicos; Teste de esforço cardiopulmonar; Capacidade funcional; Qualidade de vida.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Portugués | Inglés     · Inglés ( pdf epdf ) | Portugués ( pdf epdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons