SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 issue2Six-minute gait test in chronic obstructive pulmonary disease with different degrees of obstructionAerobic fitness and its influence in the mental stress response in army personnel author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Medicina do Esporte

Print version ISSN 1517-8692

Abstract

MONTEIRO, Henrique L. et al. Efetividade de um programa de exercícios no condicionamento físico, perfil metabólico e pressão arterial de pacientes hipertensos. Rev Bras Med Esporte [online]. 2007, vol.13, n.2, pp. 107-112. ISSN 1517-8692.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-86922007000200008.

HISTÓRICO E OBJETIVO: Tem sido mostrado que exercícios aeróbios são úteis na redução da pressão arterial. Contudo, a efetividade de um programa de exercícios ainda é controversa e não foi bem analisada em populações de baixa renda. O objetivo do presente estudo foi estabelecer um programa de condicionamento físico individualizado - Projeto Hipertensão - focado em pessoas hipertensas, pacientes da Unidade Básica de Saúde (UBS) e, logo após, investigar os efeitos deste programa no condicionamento físico, perfil metabólico e níveis de pressão. MÉTODOS: Dezesseis mulheres hipertensas (56 ± 3 anos) sob tratamento farmacológico regular foram submetidas a 4 meses de um programa de exercícios aeróbios e de alongamento (3 sessões/semana, 90 min/sessão, 60% de VO2max.) Diversas variáveis físicas e metabólicas foram comparadas antes e depois de 4 meses de treinamento. RESULTADOS: O treinamento diminuiu significativamente a pressão arterial sistólica (PAS, -6%); melhorou o condicionamento cardiorrespiratório (+42% do VO2max), flexibilidade (+11%) e conteúdo de glicose plasmática (-4%). IMC e % de gordura não tiveram modificação. Além de modificar o perfil metabólico, observou-se que o treinamento apresentou correlações significativas entre os valores iniciais individuais de nível de colesterol total (CT), lipoproteína de alta densidade (HDL-C) e lipoproteína de baixa densidade (LDL-C) e suas respostas após exercício. CONCLUSÕES: O estudo mostra que programas de exercício podem ser personalizados para pacientes hipertensos da UBS e confirma a efetividade do exercício na PA, condicionamento físico, flexibilidade e perfil lipídico em pacientes hipertensos. A redução expressiva de PA em sujeitos hipertensos sugere que esta intervenção de exercícios deve ser enfatizada em outros centros que assistam populações de baixa renda.

Keywords : Pressão arterial; Treinamento físico; Perfil lipídico.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese